Morreu o escritor francês Joseph Joffo

<p>O escritor francês Joseph Joffo, autor do famoso livro autobiográfico “Os meninos que enganavam nazistas”, no qual conta a fuga de dois jovens irmãos judeus na França ocupada pelos nazistas, morreu nesta quinta-feira (6) aos 87 anos, informou um de seus filhos.</p><p>Nascido em Paris, Joffo estava doente há vários anos e morreu na região de Alpes-Maritimes (sudeste), onde estava hospitalizado, informou à AFP um de seus filhos, confirmando uma notícia veiculada pelo jornal belga La Libre Belgique.</p><p>”Os meninos que enganavam nazistas” foi escrito em 1973 com Patrick Cauvin (pseudônimo de Claude Klotz) e se tornou um best-seller, com 20 milhões de cópias vendidas em vinte países. Na França, também foi estudado na escola por várias gerações de jovens.</p><p>Joffo, um cabeleireiro de sucesso antes de se tornar um escritor aclamado, narra em seu famoso trabalho como, com 10 anos de idade, ele fugiu dos nazistas com seu irmão Maurice.</p><p>Filho de um cabeleireiro e uma violinista, ambos imigrantes russos, Joffo viveu uma infância feliz até a Ocupação. Durante vários anos, os dois irmãos conseguiram sobreviver aos nazistas, escapando por pouco da deportação quando foram detidos pela Gestapo. Seu pai não sofreu o mesmo destino: enviado para Auschwitz, nunca retornou.</p><p>O livro foi tema de duas adaptações cinematográficas, a primeira de Jacques Doillon em 1975, logo após sua publicação, e a segunda em 2017 pelo cineasta canadense Christian Duguay.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense