MPSC anuncia reuniões periódicas para acompanhar Hemosc e do Cepon  
topo Leitores On Line

MPSC anuncia reuniões periódicas para acompanhar Hemosc e do Cepon  

MPSC anuncia reuniões periódicas para acompanhar Hemosc e do Cepon  
<p>Reuniões periódicas para Secretaria de Estado de Saúde e <b>Fahece</b> (Fundação de Apoio ao <b>Hemosc</b> e ao <b>Cepon</b>) informarem ao Ministério Público de Santa Catarina (<b>MPSC</b>) sobre o andamentos das contas e do serviço prestado pela fundação. Essa foi a decisão anunciada pelos <b>promotores Davi do Espírito Santo</b>, do Terceiro Setor, e <b>Wilson Paulo Mendonça Neto</b>, da área de Saúde, com o <b>secretário João Paulo Kleinubing</b>. As reuniões estão previstas para ocorrer a cada três meses, com a participação do administrador provisório da Fahece, que deve ser definido pelo Conselho Curador da fundação em reunião na noite desta terça-feira. </p><p><b> Diretoria da Fahece renuncia em meio a crise financeira por atrasos do Estado <br> Cirurgias do Cepon são suspensas por falta de recursos </b></p><p>A pedido da Secretaria de Estado de Saúde, o MPSC recebeu o secretário Kleinubing para tratar sobre a atual situação da Fahece, que viu sua diretoria renunciar na quinta-feira passada após constantes atrasos em pagamentos do Estado para a fundação que administra o Cepon e Hemosc. A portas fechadas, o secretário explicou a atual situação financeira da Saúde em Santa Catarina. A reunião durou cerca de uma hora e em seguida houve uma coletiva para a imprensa:</p><p>— Não houve falta de atendimento, o que há é apenas um atraso normal nos pagamentos, que ocorre em todo o país por causa da crise. A Secretaria mantém um fluxo mínimo de pagamentos para a Fahece e isso é o suficiente para manter 100% do serviço – afirmou Kleinubing.</p><p><b> Atraso em repasses liga alerta da Saúde em Santa Catarina </b></p><p>No entanto, em agosto deste ano, a diretoria da Fahece chegou a anunciar a <b> suspensão de cirurgias eletivas </b>por falta de recursos. Na semana passada, a diretoria da Fahece renunciou citando uma dívida por atrasos em pagamentos que chegariam a <b>R$ 58 milhões</b>. Através do <b>Portal da Transparência do Governo</b>, é possível verificar que o Estado efetuou <b>R$ 104 milhões</b> em pagamentos para a fundação até outubro de 2016. Levando em consideração o contrato mensal de <b>R$ 12 milhões,</b> o Estado estaria devendo cerca de <b>R$16 milhões </b>à fundação, sem considerar dívidas acumuladas de anos anteriores.</p><p>Para o promotor da 33ª Promotoria de Justiça da Capital, Wilson de Paulo Mendonça Neto, o objetivo da reunião periódica é acompanhar se Estado e Fahece vão manter os serviços de atendimento.</p><p>— Neste primeiro momento, o mais importante é garantir o atendimento para a população e não deixar ninguém preocupado. Essas reuniões serão importantes para termos informações atualizadas – disse o promotor.</p><p><b>Conselho da Fahece define administrador nesta terça-feira</b></p><p>O promotor Davi do Espírito Santo, a 25ª Promotoria da Capital, que trata sobre o Terceiro Setor, também participou da reunião com o secretário Kleinubing. Ele explicou que o novo administrador da Fahece, que ainda não foi definido, será o responsável por representar a fundação nas reuniões periódicas, que devem começar no dia<b> 20 de outubro</b>.</p><p>— A diretoria da Fahece é composta pelo presidente e os diretores administrativo e financeiro. Com a renúncia, o Conselho Curador da Fahece deve escolher um administrador provisório, que na prática acumula parte dessas funções. Essa pessoa ficaria responsável pela administração da fundação por um período de 60 a 90 dias, tempo suficiente para a curadoria eleger uma nova diretoria – explicou Davi. </p><p>Na sexta-feira passada, o promotor Davi deu um prazo de 48 horas para a Fahece anunciar um administrador provisório. O prazo termina hoje. O Conselho Curador tem uma sessão agendada para as<b> 19h30</b> desta terça-feira, onde deve discutir a escolha do administrador. Um nome chegou a ser cogitado ainda na semana passada, mas a pessoa recusou. De acordo com o promotor, outro nome já está em discussão, mas ainda não foi revelado. A assessoria de imprensa da Fahece informou apenas que se trata de alguém com “experiência sobre a fundação”. <br></p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense

Loading...
Loading...

Cadastre seu e-mail e receba nossos boletins diários:

ASSINATURA JORNAL FLORIPA
Leitores On Line