Congresso adia votação de vetos e inicia análise de créditos orçamentários

Congresso adia votação de vetos e inicia análise de créditos orçamentários

GERAL -   


Com a concordância dos líderes partidários, o presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira, decidiu adiar a votação dos vetos presidenciais e colocará em votação os projetos de lei de crédito orçamentário.

O quórum estava baixo para a votação de vetos, porque, para derrubá-los, são necessários 254 votos contrários na Câmara e 41 votos no Senado.

“Quando eu assumi a Presidência do Senado e do Congresso, era comum se votar até o orçamento com veto trancando a pauta. Agora faremos uma exceção e isso não criará um precedente. Fazemos isso com a concordância de todos os líderes”, afirmou Eunício.

A Constituição Federal prevê que os vetos trancam a pauta até sua votação final.

Mais informações a seguir