Sobe para 90 o número de casos de misteriosa paralisia em crianças nos EUA

Sobe para 90 o número de casos de misteriosa paralisia em crianças nos EUA

GERAL -   

Miami, 13 nov (EFE).- A mielite flácida aguda (AFM, na sigla em inglês), uma rara doença que causa paralisia em crianças, afetou neste ano 90 menores em 27 estados americanos, advertiu nesta quarta-feira o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC).

Em sua maioria, os casos confirmados até a semana passada desta misteriosa condição que ataca o sistema nervoso e causa enfraquecimento muscular afetam crianças de entre dois e oito anos de idade.

Além disso, o CDC afirmou que há 162 pacientes em revisão que poderiam estar padecendo deste mal, cuja causa ainda não foi determinada.

Nancy Messonnier, a diretora do Centro Nacional de Imunização e Doenças Respiratórias do CDC, esclareceu hoje em entrevista coletiva que este ano ainda não foram registradas mortes por causa da doença.

Segundo o relatório, 99% das crianças afetados pela AFM tinha contraído uma doença viral, seja febre, tosse, congestão, vômitos ou diarreia.

Até agora já foi descartado qualquer vínculo com doenças como a poliomielite ou a febre do Nilo Ocidental, que apresentam sintomas similares.

Nos Estados Unidos haviam sido registrados anteriormente surtos de mielite flácida aguda em 2014 e 2016, razão pela qual as autoridades estimam que a doença teria um padrão de comportamento bienal.

A doença pode paralisar as extremidades do menor, alterar seu sistema respiratório, causar fraqueza muscular, dificuldades para falar, movimentar os olhos e tragar.