Jornal Floripa - Arno Wehling é eleito para a Academia Brasileira de Letras

topo

Arno Wehling é eleito para a Academia Brasileira de Letras

Últimas notícias -    

RIO – O escritor e ensaísta Arno Wehling foi eleito na tarde desta quinta-feira, membro da Academia Brasileira de Letras, em votação no Petit Trianon, no Centro do Rio. O mais novo "imortal" recebeu 15 votos e vai ocupar a cadeira 37, que pertencia ao poeta Ferreira Gullar, morto em dezembro do ano passado. Seu principal concorrente, Antonio Cicero, teve 15 votos. Um dos votos foi em branco. Autor de obras importantes, como “Formação do Brasil Colonial” (Nova Fronteira, escrito com Maria José Wehling), Arno também presidiu o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, foi reitor da Universidade Gama Filho e conselheiro do IPHAN. Entre artigos, capítulos de livros e anais de congresso, possui mais cerca de duzentos trabalhos publicados no Brasil e no exterior. A eleição fecha uma semana agitada no Petit Trianon, na qual também se escolheu João Almino como novo ocupante da cadeira 22, que pertenceu a Ivo Pitanguy. Uma das razões para a o pleito duplo foi outro fato inusitado: em novembro do ano passado, a sucessão de Pitanguy terminou sem vencedor. Os principais concorrentes — o poeta e filósofo Antonio Cicero e o cientista político e ex-ministro da Cultura Francisco Weffort — não conseguiram alcançar o número mínimo de votos necessários para a vitória. Assim, o processo eleitoral foi reiniciado. Cicero concorreu novamente, agora para a cadeira de Ferreira Gullar, e contava com o apoio da chamada “ala literária” da ABL e tem o crítico e professor Antônio Carlos Secchin como um de seus principais apoiadores. Porém, não conseguiu superar Wehling. Segundo pessoas próximas ao processo eleitoral, havia sentimento bastante forte na Academia de que eleger Wehling seria uma maneira de homenagear o IHGB. Correndo por fora na disputa pela carreira 37, de Gullar, estava Antônio Campos, irmão do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e criador da Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto). Os outros candidatos foram Felisbelo da Silva, Batista D’Obaluayê, Rossini Corrêa, Antonio Martins de Araújo, Adenildo de Lima, José Roberto Guedes de Oliveira, Diego Mendes Sousa, Luisinha Dias de Valois Santos e Eloi Angelos Ghio D’Aracosia. Próxima Arno Wehling é eleito para a Academia Brasileira de Letras

Fonte: http://oglobo.globo.com/cultura/livros/arno-wehling-eleito-para-academia-brasileira-de-letras-21038182

Loading...