Pacientes de Santa Catarina enfrentam falta de remédio para esclerose lateral amiotrófica 
topo Leitores On Line

Pacientes de Santa Catarina enfrentam falta de remédio para esclerose lateral amiotrófica 

Pacientes de Santa Catarina enfrentam falta de remédio para esclerose lateral amiotrófica 
<p>O medicamento <b>Riluzol</b> está em falta em <b> Santa Catarina  </b>desde dezembro de 2016, segundo a Secretaria de Estado da Saúde. O remédio é o principal tratamento para controlar um mal degenerativo sem cura: a <b>esclerose lateral amiotrófica</b> (Ela), que atinge 128 pessoas em SC. O remédio também não é fornecido em outros 11 Estados e no Distrito Federal. <br></p><p>A esclerose lateral amiotrófica é uma fraqueza muscular que ocorre por comprometimento dos neurônios motores. Estima-se que pelo menos 10 mil pessoas no Brasil sejam portadoras de Ela, que provoca o endurecimento dos músculos, levando à perda progressiva dos movimentos. A  doença ,<b> </b>de difícil diagnóstico e sem cura,<b> </b>ganhou notoriedade em 2014, com o <b>desafio do balde de gelo</b> , que viralizou ao redor do mundo em busca de contribuições para pesquisas sobre a Ela.</p><p>Élica Fernandes, gerente executiva e social da <b>Associação Brasileira de Esclerose Lateral Amiotrófica (Abrela)</b> , uma rede nacional de informações e orientações sobre a doença, explica que a falta de medicamento desrespeita a legislação, que regulamenta desde 2002 a distribuição de Riluzol para os portadores de Ela. </p><p>— O medicamento aumenta a sobrevida e a qualidade de vida do paciente. Ou seja, retarda a evolução da doença e proporciona mais tempo de vida, o que faz a diferença para muitas pessoas, até mesmo pelo lado emocional, já que o portador da doença sabe que está sendo cuidado — esclarece.</p><p>A Secretaria de Estado da Saúde confirmou que houve falta do medicamento Riluzol entre dezembro de 2016 e janeiro de 2017, devido atraso de um fornecedor. A nova compra foi realizada e deve chegar ao Estado até a próxima quarta-feira, 22. Considerando a logística de distribuição para os municípios, a expectativa é que o medicamento chegue a todos os pacientes até a primeira semana de março.<br></p><p><b>Entenda mais sobre a esclerose lateral amiotrófica:</b></p><p class=”embed-content”> </p><p><b>Leia também: </b></p><p><b style=”background-color: white;”> Vitamina D protege contra gripes e resfriados </b></p><p><b> Estudo aponta que déficit de atenção é transtorno cerebral </b><br></p><p><b> Radiação ultravioleta está em nível extremo em SC  </b><br></p><p><br></p><p><br></p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense

Loading...
Loading...

Cadastre seu e-mail e receba nossos boletins diários:

ASSINATURA JORNAL FLORIPA
Leitores On Line

Leitores On Line