Primeiro Bacharel em Educação Física com paralisia cerebral do Brasil se forma em Florianópolis
topo Leitores On Line

Primeiro Bacharel em Educação Física com paralisia cerebral do Brasil se forma em Florianópolis

Augusto Delfino, o primeiro Bacharel em Educação Física com paralisia cerebral do Brasil, colou grau no último sábado (16) na Associação Catarinense de Medicina (ACM), em Florianópolis. Delfino se graduou pela Unisul Unidade Pedra Branca e recebeu todo apoio do Programa de Promoção de Acessibilidade (PPA) da universidade para poder alcançar seu sonho de ser educador físico.

O bacharel apresentou seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) no dia 28 de junho para um auditório lotado de professores, amigos e parentes. O tema do seu TCC foi sobre ‘Qualidade dos Serviços prestados no Estádio da Ressacada’ e recebeu a nota 8,5. O trabalho foi orientado pelo professor Rafael Andreis e teve como banca a professora Maria Leticia Knorr, Coordenadora do Curso de Educação Física, e a professora Fabiana Figueiredo.

Para a Coordenadora do Curso de Educação Física, Maria Leticia Knorr, participar deste momento e, principalmente da caminhada do Augusto, foi gratificante demais.

Augusto e sua família nos ensinaram com educação e dedicação o que é buscar um sonho, o que é tornar aquilo que almejamos possível. E nos mostraram incansavelmente o que é felicidade! Foi um desafio para nossa universidade e este desafio foi possível graças a uma dedicação e persistência invejável, que fizeram com que o aprendizado diário fosse possível. Assim, Augusto se incluiu da melhor maneira que poderíamos imaginar. Viver isto tudo foi sobretudo inspirador para todos que estiveram conosco, como pais, colegas, professores, setores da universidade, coordenação e Programa de Promoção de Acessibilidade. Augusto desbancou conosco muitas barreiras na educação e sobretudo, na educação física. Com orgulho e emoção em nossos corações, concedemos o grau ao primeiro Bacharel em Educação Física com paralisia cerebral do Brasil! Que honra nossa equipe poder fazer parte desta história”,enfatiza Maria Letícia.

 

Confira abaixo a entrevista com Augusto Delfino:

Unisul Hoje: Por que você escolheu o curso de Educação Física para fazer a graduação?
Augusto: Desde pequeno sempre fui fã de esporte, via na TV tudo o que era relacionado aos esportes, nunca me interessei por desenho animado e por isso que ingressei no curso de Educação Física. Na verdade, eu tinha o sonho de ser jogador de futebol, pois acreditava no advento das células-tronco, mas como não deu certo, então decidi partir para fazer alguma coisa na área técnica de futebol, seja como técnico ou trabalhar nas estatísticas, essa é a minha intenção para o futuro.

Unisul Hoje: Qual a disciplina do curso que você mais gostou?
Augusto: A disciplina que mais me marcou, por incrível que pareça, foi a primeira, ministrada pelo professor Geraldo Campos, a disciplina de Gestão. Foi ele que me sociabilizou perante a turma e aonde tudo começou, por isso mesmo que tenho carinho especial por ele, sem deixar de lembrar das aulas de Erasmo Ouriques, pela didática e da Simone Karmann, pelo carinho.

Unisul Hoje: De onde veio a sua paixão pelo time de futebol Avai?
Augusto: A paixão pelo Avaí veio desde pequeno. A minha família toda é avaiana, mas meus pais não ligavam muito para o futebol. Fui nas primeiras vezes para a Ressacada e me apaixonei pela atmosfera e pelo clube. Desde 2001 eu vou nos jogos, não importa que esteja chovendo ou até mesmo gripado, a minha presença está confirmada. De lá para cá, o envolvimento só aumentou com a criação de um blog, o Blog do Guto, faço com maior honra e orgulho todos os dias desde 2009, falando sobre o Leão.

Unisul Hoje: Você pretende continuar os estudos nesta área?
Augusto: Sim, pretendo fazer alguns cursos e me capacitar ainda mais para entrar no mercado de trabalho. O meu maior objetivo é realizar o curso da CBF para ser técnico de futebol, sei que tenho capacidade para isso e vou lutar muito para conseguir.

Unisul Hoje: Quais são os seus planos para depois de formado?
Augusto: Quero descansar um pouco, afinal são 17 anos estudando de forma ininterrupta desde o ensino fundamental e médio, chegando a faculdade. Sempre dá um stress por causa do TCC, o que te obriga a parar um pouco, mas já tracei os meus planos para o futuro.

Unisul Hoje: Você tem ideia de como sua determinação inspira outras pessoas?
Augusto: Acredito que sim, por toda a minha força de vontade para chegar até aqui e ser exemplo para outras pessoas. Lutar pelos seus sonhos tem que ser aplicado para tudo na vida.

Unisul Hoje: O que você diria para quem está começando a cursar uma graduação?
Augusto: O meu recado para os estudantes é estar focado em tudo na faculdade, um simples detalhe pode resolver na sua atividade posteriormente e ter força de vontade é a alma do negócio para todos.

 


Fonte: Floripa News

Loading...

Cadastre seu e-mail e receba nossos boletins diários:

ASSINATURA JORNAL FLORIPA
Leitores On Line