Setembro Verde: mais de cinco mil pacientes aguardam para realizar colonoscopia em SC

O câncer de intestino é o segundo mais frequente entre as mulheres e o terceiro mais diagnosticado entre os homens brasileiros. Pode ser prevenido por meio da colonoscopia.  Em Santa Catarina, mais de cinco mil pacientes estão na fila de espera para realizar o exame. Profissionais de saúde usarão a Campanha Setembro verde para alertar a sociedade e as autoridades sobre a importância da prevenção do câncer colorretal. 

“Geralmente a doença é precedida de um pólipo que demora para se desenvolver. Pela conoloscopia é possível identificá-lo antes que se torne maligno”, afirma a coloproctologista Juliana Stradiotto Steckert, do Gastro Medical Center, centro médico de Florianópolis que apoia a campanha Setembro Verde. “A colonoscopia deve ser realizada em todas as pessoas a partir dos 45 anos e em caso de histórico da doença na família, a orientação é que seja feito 10 anos antes da idade do familiar quando diagnosticado com câncer”, acrescenta a médica. 

Para alertar sobre a fila de mais de cinco mil pacientes que aguardam pelo exame no Estado, um grupo de 20 médicos voluntários e engajados na campanha Setembro Verde, realiza no dia 29 de setembro, um mutirão de colonoscopia, no Hospital da Universidade Federal de Santa Catarina (HU/UFSC). A meta é atender pelo menos 50 destes pacientes que estão na fila do SUS.

Em 2017, 52 pacientes foram submetidos à colonoscopia durante o mutirão – 31 deles pela primeira vez. Foi possível diagnosticar dois casos de câncer e 49 pólipos foram localizados e retirados durante o exame.  

 

Prevenção

Além da predisposição genética, o câncer colorretal tem relação com o estilo de vida, e está mais presente nas regiões Sul e Sudeste do País. O coloproctologista Alvaro Steckert Filho, do Gastro Medical Center, explica que a doença acomete na maioria das vezes pacientes que consomem muita carne vermelha e processada, são obesos e sedentários, ingerem álcool e fumam.

“Ter uma vida saudável e realizar a colonoscopia reduz em muito as chances de desenvolver o câncer colorretal. É muito comum os pacientes terem vergonha de realizar o procedimento e até mesmo, comentar sobre seus problemas de intestino. É importante destacar que o diagnóstico tardio pode prejudicar em muito no tratamento e inclusive resultar na morte”, comenta o médico.

 

Intestino gigante

A mais lúdica das atividades do Setembro Verde será realizada entre 14 a 16 de setembro, no Floripa Shopping, em Florianópolis, onde será instalado um intestino gigante que permite a observação do órgão e como as doenças se instalam. A estrutura inflável tem 13 metros de comprimento e terá orientação durante seu percurso por médicos e estudantes de medicina.

 

Realização

A Campanha Setembro Verde é realizada pela Sociedade Catarinense de Coloproctologia (SCCP), Capítulo Catarinense da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED/SC) e da Sociedade Catarinense de Gastroenterologia (SCG), contando com o apoio de clínicas de oncologia, gastroenterologia, endoscopia digestiva, medicina nuclear, empresas de materiais de endoscopia, HU/UFSC, além de profissionais e estudantes da área da saúde.

 


Fonte: Floripa News