<p>A capitã do navio humanitário Sea Watch, bloqueado com 40 migrantes a bordo na costa da Itália, afirmou nesta sexta-feira que a situação está “incrivelmente tensa” devido às difíceis condições em que se encontram há duas semanas.</p><p>Enquanto se espera a autorização para desembarcar, o ministério de Relações Exteriores italiano informou que cinco países estão dispostos a receber os migrantes: França, Alemanha, Luxemburgo, Portugal e Finlândia.</p><p>O duro embate entre o ministro do Interior italiano de ultradireita Matteo Salvini e a jovem capitã alemã de Sea Watch, Carola Rackete, poderia concluir graças a uma complexa mediação diplomática.</p><p>”Neste momento a situação é incrivelmente tensa, e está piorando a cada momento”, assegurou Rackete, em declaração aos correspondentes estrangeiros em Roma através de uma vídeo-chamada do barco.</p><p>”É muito difícil psicologicamente para todos”, contou a comandante da embarcação, de 31 anos, que se tornou um símbolo após desafiar o ministro Salvini, homem forte da Itália por sua política de restrição à migração e de fechamento dos portos.</p><p>A capitã contou que a maioria dos migrantes resgatados são vítimas de traumas, que sofreram abusos e violências e que estão muito angustiados por seu destino.</p><p>- “Situação insustentável” -</p><p>”Não podem passar outro dia assim. A situação é insustentável”, confirmou Riccardo Magi, entre os políticos que visitaram a embarcação nesta quinta-feira.</p><p>Apesar da disponibilidade acertada, não se sabe se ou quando o desembarque será permitido.</p><p>Um migrante de 19 anos com fortes dolores e seu irmão pequeno tiveram que ser evacuados nesta quinta.</p><p>Os demais 40 dormiram no chão do barco, sobre salva-vidas infláveis e sob barracas improvisadas para se proteger da onda de calor que atinge toda Europa.</p><p>”Estamos esperando garantias precisas sobre números, linhas do tempo e meios”, adiantaram as fontes do ministério do Interior.</p><p>O barco Sea-Watch,migrantes.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense