<p>O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira (22) que o Congresso não pode acusá-lo pelas conclusões do relatório de Mueller sobre a interferência eleitoral da Rússia e supostas tentativas do presidente de impedir a investigação.</p><p>”Apenas crimes graves e infrações menores podem levar a um julgamento político. Eu não cometi nenhum crime (ou conluio, ou obstrução), então não se pode fazer um impeachment”, declarou Trump no Twitter.</p><p>”Foram os democratas que cometeram os crimes, não seu presidente republicano! Finalmente o jogo está virando nesta caça às bruxas”, acrescentou.</p><p>Ao ser questionado pela imprensa se ele se preocupava com a possibilidade de um julgamento político, Trump respondeu: “Nem sequer um pouquinho”.</p><p>Um documento de 400 páginas resumindo as descobertas da investigação de 22 meses do promotor especial Robert Mueller sobre a trama russa, tornado pública na quinta-feira, absolveu Trump do conluio com Moscou.</p><p>O relatório confirmou que agentes russos tentaram interferir nas eleições de 2016 para ajudar Trump a derrotar a candidata democrata Hillary Clinton, incluindo invasão de contas de e-mail.</p><p>Além disso, apontou que a equipe de campanha de Trump aproveitou o impacto sobre Hillary, mas não por meio de um acordo deliberado para conspirar com os russos.</p><p>Durante a investigação, Trump tentou repetidamente obstruir o trabalho de Mueller, segundo o relatório, mas o promotor especial disse não ser possível decidir se o presidente havia cometido o crime de obstrução da Justiça.</p><p>Até agora, os democratas, que controlam a Câmara baixa do Congresso, se abstiveram de solicitar um julgamento político que poderia levar à saída do presidente.</p><p>No entanto, comissões influentes da Câmara dos Representantes preveem aprofundar a investigação sobre o que aconteceu e estão pressionando para ter acesso a todo o relatório de Mueller, sem partes censuradas por motivos de segurança ou razões legais.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense