Um morto e cinco desaparecidos após colisão de aviões militares americanos sobre o Japão

<p>Um marine americano morreu e cinco estão desaparecidos após uma colisão entre dois aviões durante uma operação de reabastecimento sobre a costa do Japão, anunciaram fontes oficiais.</p><p>Dos sete militares a bordo dos dois aparelhos, dois foram resgatados. Um sobreviveu e “o outro foi declarado morto pela equipe médica”, informou o Exército americano.</p><p>”Aviões e navios das Forças Armadas dos Estados Unidos e das Forças de Autodefesa do Japão procuram os desaparecidos. Espero que todos sejam resgatados o mais rápido possível”, declarou o ministro da Defesa japonês, Takeshi Iwaya, à imprensa.</p><p>Os dois aviões pertencem ao Corpo de Fuzileiros Navais (USMC, Marines) dos Estados Unidos. A colisão aconteceu durante uma operação de reabastecimento em voo, segundo o exército americano.</p><p>Os aviões envolvidos foram um caça F-18, com dois membros a bordo, e um avião de abastecimento KC-130, com cinco ocupantes.</p><p>A pessoa resgatada estava dentro do caça, segundo o ministro japonês. As Forças de Autodefesa mobilizaram nove aviões e três navios para as operações.</p><p>”Agradecemos os esforços das Forças de Autodefesa japonesas, que responderam imediatamente na operação de busca e resgate”, destacaram os Marines.</p><p>A Guarda Costeira japonesa também participa nas operações de resgate com seis barcos e um avião.</p><p>”As operações de busca e resgate dos seis marines restantes seguem em curso”, afirmaram fontes militares americanas, que investigam as circunstâncias da colisão.</p><p>Os aviões decolaram da base aérea dos Marines em Iwakuni e “realizavam treinamentos programados regularmente quando o acidente aconteceu às 2H00 locais (15H00 de Brasília, quarta-feira), indica o comunicado.</p><p>O acidente aconteceu a 100 km da costa do cabo de Muroto, na ilha de Shikoku, sudoeste do Japão.</p><p>As Forças Armadas americanas têm quase 50 mil homens no território japonês.</p><p>Em novembro, um avião da Marinha americana caiu diante da costa da ilha de Okinawa, no sul do Japão, e seus dois tripulantes foram resgatados vivos.</p><p>As forças americanas também tiveram problemas recentemente com seus helicópteros Osprey, que foram obrigados a fazer vários pousos de emergência, sofreram um acidente fatal e quando um pedaço de um dos aparelhos caiu no terreno de uma escola.</p><p>Os incidentes aumentaram a tensão entre entre Washington e Tóquio, dois aliados militares, e motivaram protestos contra o uso dos helicópteros Osprey por parte dos moradores de áreas próximas às bases americanas.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense