Usuários do Bolsa Família de Penha devem comparecer às unidades de saúde
topo Leitores On Line

Usuários do Bolsa Família de Penha devem comparecer às unidades de saúde

As famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família em Penha têm até o dia 20 de dezembro para estarem em dia com as condicionalidades exigidas pelo programa para manterem o benefício. No caso da saúde, o governo federal determina que todas as famílias beneficiadas levem os filhos de 0 a 7 anos, e as mulheres da família de 12 aos 44 anos, façam a medição duas vezes por ano de peso e altura, além de todas vacinas das crianças estarem em dia com a programação nacional de imunização. No caso das mulheres gestantes beneficiadas, elas também devem estar fazendo o pré-natal.

“As famílias que não cumprirem essas condições terão seu benefício bloqueado”, avisa a promotora de assistência social da prefeitura, Elaine Cristina de Souza Loth.

Em Penha, das 271 famílias que recebem Bolsa Família, cerca de 56%, 152 famílias, estão sendo acompanhadas pela saúde pública municipal. No entanto, ainda faltam 119 famílias que não levaram seus filhos ou mulheres para fazer a medição de peso e altura. Das 17 gestantes registradas atualmente no programa, somente 8 estão fazendo o pré-natal.

“O objetivo do programa bolsa-família é melhorar a vida das pessoas, principalmente garantindo saúde e educação para as crianças, e por isso esse acompanhamento é importante”, explica o Secretário de Assistência Social de Penha, Sérgio de Mello.

Apesar de Penha ultrapassar a meta proposta pelo Ministério do Desenvolvimento Social sobre cumprimento das condicionalidades impostas aos usuários do programa Bolsa Família, que é de 30%, as secretarias de saúde e de assistência social pretendem melhorar ainda mais essa média, uma das melhores da região da AMFRI – a foz do Rio Itajaí-Açu. 

Além de garantir o acompanhamento médico de seus filhos, outras condições para os pais que recebem Bolsa Família é que eles têm que estar matriculados em instituições de ensino e não podem faltar as aulas sem justificativa.

Além de conferir os dados na rede pública municipal de saúde e na rede municipal de educação, a secretaria de assistência social também faz a visita regular na casa dos beneficiados, para conferir se os recursos estão sendo bem aplicados e as pessoas realmente precisam dele.


Fonte: Floripa News

Loading...

Cadastre seu e-mail e receba nossos boletins diários:

ASSINATURA JORNAL FLORIPA
Leitores On Line