15 fotos da perigosa nuvem shelf cloud em Santa Catarina

A formação de uma nuvem imensa sobre o litoral de Santa Catarina chamou a atenção neste sábado (11) e muitas imagens repercutiram nas redes sociais. Trata-se da nuvem shelf cloud. – Foto de Rafael Bernardino, em Governador Celso Ramos. 

Especialistas consideram como uma nuvem perigosa, pois a formação imensa traz consigo a possibilidade de temporais, vendavais e até granizo. Foto: Rafael Bernardino, de Governador Celso Ramos 

Esse registro foi feito na praia dos Açores, no Sul da Ilha, em Florianópolis. Outras parecidas foram registradas em diferentes pontos, como em São José e Palhoça, onde o temporal começou primeiro. – Foto: Marco Santiago/Divulgação/ND

Nuvem vista na Avenida Beira-Mar Norte – Foto: Eduardo Cristofoli/NDTV 

“É uma nuvem que provoca chuva, pancada, trovoada, raio, e muitas vezes, granizos, tornados, e microexplosões. É uma nuvem altamente tempestuosa e destrutiva, principalmente em situações de praia”, explica o meteorologista da Epagri/ Ciram, Marcelo Martins. – Foto: Ricardo Lamela/Arquivo pessoal/ND 

Registro feito em Balneário Picarras – Foto: Assis Neto/Arquivo pessoal/ND

Registro feito na praia dos Ingleses, no Norte da Ilha – Foto: Pryscila Hensen/Arquivo pessoal/ND

Barra Velha, na Praia do Grant. – Foto: BC Leline/Reprodução/ND

Esse registro foi feito na praia dos Açores, no Sul da Ilha, em Florianópolis. Outras parecidas foram registradas em diferentes pontos, como em São José e Palhoça, onde o temporal começou primeiro. – Foto: Foto: Marco Santiago/Divulgação/ND

Registro da Ana Luisa Correa em Florianópolis – Foto: Reprodução/Twitter/ND

Nuvem que avançou na tarde deste sábado sobre Florianópolis, Governador Celso Ramos e Tijucas-. Rafael Bernardino/GeoClima 

Nuvem que avançou na tarde deste sábado no litoral catarinense – Foto: Rafael Bernardino/GeoClima

Registro de Andréa Santos no Norte da Ilha, em Florianópolis – Foto: Reprodução/Facebook

Em Governador Celso Ramos – Foto: Rafael Bernardino/GeoClima

“Gente, jurei que ia formar um ciclone, meia hora atrás não tinha nuvem no céu”, escreveu uma internauta no Twitter. Registro feito na Praia Mole, em Florianópolis. – Reprodução/Twitter/ND

Adicionar aos favoritos o Link permanente.