A delação da antiga Hypermarcas e a disputa pela presidência do Senado

A delação da antiga Hypermarcas na PGR mira caciques do MDB do Senado justamente no momento em que a turma tenta retomar o comando da Casa. Sobra para gente da Anvisa também.

Em agosto, o Radar revelou que a PGR havia retomado as negociações e caminhava para momentos decisivos na discussão do acordo de delação de executivos, seguido de leniência, da antiga Hypermarcas, que pagou pelo menos 110 milhões de reais em esquemas de corrupção envolvendo políticos graúdos.

O negócio é tão pesado que a multa discutida pela PGR para fechar a questão passa de 1 bilhão de reais.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.