Após bronca de Tom Cruise, equipe de ‘Missão: Impossível’ pede demissão

Um dos primeiros filmes a voltar ao set após o isolamento provocado pelo coronavírus, Missão: Impossível 7 encara novas tribulações nos bastidores. Após o vazamento de um áudio em que o astro do longa Tom Cruise grita com a equipe, por descuido com as regras de distanciamento social dos protocolos de saúde, alguns dos funcionários pediram demissão nesta quinta-feira, 17.

Segundo o jornal britânico The Sun, o clima de tensão dentro das gravações vinha em uma escala crescente e que o áudio foi “a gota d’água”. “Tom simplesmente não aguenta mais depois de fazer tantos esforços para continuar a filmar. Ele está chateado porque muitos não estão levando isso tão a sério quanto ele. No final, ele é quem leva a culpa”, disse a fonte que não teve seu nome revelado pelo jornal.

Tom Cruise durante cena do filme: ‘Missão Impossível: Efeito Fallout’//Divulgação

Defensor da reabertura das salas de cinema, Tom Cruise não economizou nas palavras de baixo calão nos áudios revelados. Ele chegou a ameaçar demitir quem se recusava a seguir as regras: “Não quero ver isso de novo. Caso contrário, você está demitido. Se eu te vir fazendo isso de novo, você vai se f****”. Nós somos o exemplo. Hollywood voltou a fazer filmes agora por nossa causa. Porque acreditam que é possível. Depois você pode se explicar para as pessoas que perderam seus empregos. É com isso que eu durmo toda noite, o futuro dessa ***** de indústria. Então já avisei uma vez, não vou repetir. Não vamos fechar essa ***** de filmagem, entenderam?”, diz Cruise.

As filmagens do próximo filme da franquia Missão: Impossível ocorrem na Europa. No início do ano, o longa foi o primeiro a fechar o set, em fevereiro, enquanto gravava na Itália, que logo se tornou epicentro da doença. Mais tarde, voltou a adiar as filmagens, em outubro, retornando à ativa recentemente na Inglaterra.

Continua após a publicidade

Adicionar aos favoritos o Link permanente.