Após chuvas, famílias recebem doações da Defesa Civil em Nova Serrana; alerta é emitido para população


Oito famílias tiveram casas alagadas; veja quais os pontos com maior risco de alagamento, segundo os bombeiros. Previsão climatológica é de chuva para os próximos dias. Defesa Civil monitora áreas ribeirinhas em Nova Serrana
Defesa Civil/Divulgação
Após as chuvas registradas nos últimos dias em Nova Serrana, a Defesa Civil do município passou a receber doações para oito famílias que tiveram as casas inundadas. O órgão também emitiu um alerta para a população ribeirinha e deu orientações importantes de como se comportar em casos de urgência em relação à chuva. Veja abaixo como ajudar as famílias prejudicadas pela chuva.
Ruas são tomadas pela água e asfalto é danificado após chuva em Nova Serrana
Defesa Civil de Nova Serrana recebe doações para prejudicados após chuva
Apesar das chuvas, a coordenadora da Defesa Civil na cidade, Selma Fernandes, disse que não houve acionamentos graves nas últimas 24h, apenas ocorrências corriqueiras. Em vídeo, ela orientou a população sobre os riscos, principalmente aquelas que moram às margens de córregos e outros canais pluviais na cidade.
“Qualquer alteração na residência o morador deve ligar imediatamente para a Defesa Civil, no 199, ou para o Corpo de Bombeiros no 193. Se houver trinca no solo, abatimento de piso, os órgãos devem ser acionados. Durante essa semana, peço para as famílias que moram perto de encostas, às margens de ribeirão, redobrem a atenção”, disse.
A previsão da climatologia é de chuvas para os próximos dias na região Centro-Oeste e em Nova Serrana não é diferente. A previsão é de 80 a 100 milímetros de chuva até o dia 28 de dezembro, segundo a previsão climatológica.
Casas afetadas
Defesa Civil recolhe doações para moradores atingidos pelas chuvas em Nova Serrana
Defesa Civil/Divulgação
O volume intenso de chuvas registrado no início da semana deixou pelo menos oito casas alagadas na cidade. De acordo com o levantamento da Defesa Civil, uma das oito casas ficou totalmente inundada no Bairro Laranjeiras. Não houve vítimas com as inundações, apenas danos materiais, que ainda não foram calculados.
Os pontos mais críticos na cidade em caso de cheia são: Centro, Jardins do Lago, Laranjeiras, Avenida Aécio Cunha e Curva da Moitinha na Estrada dos Calçados.
Monitoramento
Segundo Selma, a Defesa Civil, Guarda Municipal e Corpo de Bombeiros têm monitorado o volume dos córregos e outros canais pluviais que cortam a cidade. Medidas preventivas estão sendo tomadas.
“Quem puder deixar um kit básico de emergência em algum ponto na saída de casa é muito importante, como documentos, medicamentos, roupas, fraldas, em caso de necessidade e outros itens necessários”, enfatizou.
Doações
Quem puder doar roupas e alimentos para as famílias atingidas pelas chuvas, pode deixar as doações na sede da Defesa Civil que fica na Rua Atenas s/n, Bairro São Sebastião, no andar abaixo do poliesportivo. O telefone para contato é o (37) 3225-0703.
Previsão do tempo
Ainda segundo a chefe da Defesa Civil, são esperadas mais chuvas na cidade nesse fim de ano. Na cidade alguns pontos em bairros como São Geraldo, Veredas, Itapuã, Morada do Sol e até alguns locais no Centro, que são considerados mais baixos, merecem atenção. Apesar do período ser preocupante, este ano a expectativa é de um volume de chuva menor que o registrado em 2019.
De acordo com informações do meteorologista Dayan Carvalho, que atende a Defesa Civil de Nova Serrana, até segunda-feira (28) a previsão de chuva para a cidade pode ser de 80 a 100 milímetros. sendo que para essa sexta-feira (25), a expectativa é de 40 mm.
Previsão do tempo
Adicionar aos favoritos o Link permanente.