Aulas presenciais em MT serão retomadas em fevereiro de 2021 com revezamento de alunos


Em uma sala de 48 m² cabem 35 alunos, quando retornar esta aula, a sala deve ter 15 alunos. Secretaria Estadual de Educação de MT
Assessoria
O retorno às aulas presenciais para os alunos da rede pública estadual de Mato Grosso ocorrerá em fevereiro de 2021, com observação rígida de todos os protocolos de biossegurança e distanciamento necessários para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, conforme a Secretaria Estadual de Educação (Seduc).
O retorno das atividades presenciais foi votado no Conselho Estadual de Educação (CEE-MT) e homologado pelo Ministério da Educação, que reiterou que o estado possui esta prerrogativa de implantar o ano contínuo em situações excepcionais como esta.
Outro ponto importante é a previsão do revezamento de alunos para diminuir pela metade a lotação das salas. Em uma sala de 48 m² cabem 35 alunos, quando retornar esta aula, a sala deve ter 15 alunos.
Para tanto, a Seduc realizou, no dia 1° de dezembro, o pagamento do recurso no valor de R$ 3.573.363,00, para que 717 unidades escolares iniciem o processo de aquisição de bens e serviços para a prevenção do coronavírus no ambiente escolar.
As unidades escolares devem estar atentas aos critérios, pois os recursos transferidos devem ser aplicados exclusivamente para compra dos seguintes itens: máscara facial para os alunos, máscara facial e com viseira para cada um dos profissionais da escola. Além disso, luvas, toucas, aventais e demais equipamentos para os profissionais da limpeza e nutrição escolar e outros.
O valor do recurso destinado para cada escola segue o critério da quantidade de estudantes matriculados na unidade. Para escola com número de 101 a 200 alunos, o valor repassado será de R$ 3.623,00. Para unidades com 201 a 400 alunos o valor do repasse sobe para R$ 4.684,00.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.