Boko Haram liberta 344 estudantes na Nigéria, diz governo à emissora


Secretário de Governo do estado de Katsina, Alhaji Mustapha Inuwa, disse à BBC que jovens estão sendo retirados em segurança da cidade de Tsafe e levados ainda nesta quinta de volta a Kankara. Anúncio acontece horas após divulgação de vídeo em que jovem diz que grupo mantinha 520 pessoas em seu poder. Sapatos de estudantes sequestrados pelo Boko Haram são vistos em sala de aula de escola em Kankara, na Nigéria, na quarta-feira (16)
AP Photo/Sunday Alamba
O governo do estado de Katsina, na Nigéria, disse que 344 estudantes sequestrados na última sexta-feira pelo grupo Boko Haram foram libertados nesta quinta-feira (17), segundo a BBC.
O secretário de Governo do estado, Alhaji Mustapha Inuwa, disse à rede britânica que os alunos, que foram levados da Escola Secundária de Kankara, estavam sendo retirados em segurança da cidade de Tsafe.
Os jovens estão bem e serão levados ainda nesta quinta, sob uma escolta de seguranças, até Katsina, onde fica Kankara, em uma viagem de 213 quilômetros, mas que deve durar aproximadamente três horas por causa das condições das estradas.
Eles devem se encontrar com o presidente nigeriano Muhammadu Buhari na sexta, ainda de acordo com a BBC.
Não se sabe exatamente quantos estudantes foram levados pelo grupo jihadista no sequestro. As autoridades relataram primeiro 333 estudantes de ensino médio desaparecidos e depois 400.
Vídeo
Meninos que teriam sido sequestrados pelo Boko Haram aparecem em vídeo divulgado pelo grupo na quinta-feira (17)
Boko Haram/Militant Video via AP
O anúncio da libertação acontece horas após a divulgação de um vídeo pelo Boko Haram, no qual um jovem, com o rosto coberto de poeira e arranhões, diz que é um 520 sequestrados pelo “grupo de Shekau”, assim chamado em referência ao líder histórico do grupo.
No vídeo, o Boko Haram afirma, na voz deste jovem, que há 520 pessoas em seu poder e que algumas delas foram assassinadas.
O vídeo, divulgado pelos canais tradicionais do grupo, foi gravado parte em inglês e parte na língua hausa, falada principalmente no norte da Nigéria.
Um homem, que se apresenta como Abubakar Shekau, emite uma mensagem de voz em que afirma: “Esses são meus homens e esses são os filhos de vocês”.
Mapa mostra as cidades onde o Boko Haram sequestrou estudantes
G1
Vídeos: Os mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias
Adicionar aos favoritos o Link permanente.