Bolsas da China ampliam ganhos com papéis de saúde e financeiros

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,28%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 1,13%. O índice de blue-chips (ações mais negociadas) da China fechou em alta pela quarta sessão seguida nesta quinta-feira (17), impulsionado pelos setores de saúde, consumo básico e financeiro, diante do otimismo do investidor com uma rápida recuperação na segunda maior economia do mundo.
O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,28%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 1,13%.
O subíndice do setor financeiro do CSI300 ganhou 1,46%, enquanto o de consumo subiu 1,43% e o imobiliário fechou em alta de 0,67%.
As ações de saúde foram o destaque no dia, com o subíndice do setor saltando 3,27%, diante da alta de 8,42% nos papéis da Jiangsu Hengrui Medicine Co Ltd, depois de a empresa anunciar resultados promissores de um medicamento para o câncer.
Veja as cotações de fechamento das bolsas da Ásia:
Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,18%, a 26.806 pontos.
Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,82%, a 26.678 pontos.
Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 1,13%, a 3.404 pontos.
O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,28%, a 5.017 pontos.
Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,05%, a 2.770 pontos.
Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,32%, a 14.258 pontos.
Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,51%, a 2.858 pontos.
Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 1,16%, a 6.756 pontos.
Vídeos: veja as últimas notícias de economia
Adicionar aos favoritos o Link permanente.