César Souza Jr. diz que cobrou dívida da Zona Azul, em Florianópolis

César Souza Jr., ex-prefeito de Florianópolis, durante depoimento à CPI da Zona Azul – Foto: Reprodução/ND

Em depoimento nesta quinta-feira (10) à CPI da Zona Azul, o ex-prefeito César Souza Jr. disse que, tão logo soube da inadimplência, determinou “que se cobrasse fortemente” a Dom Parking, então concessionária do serviço de estacionamento rotativo de Florianópolis.

Ele falou ainda que não concordava com o pedido de reequilíbrio financeiro do contrato e que a administração municipal notificou seguidas vezes a empresa para regularização dos repasses atrasados. Segundo ele, foram feitos vários acordos para solução do problema, mas a ex-concessionária voltava a deixar de pagar.

“Repactuar o valor que foi estabelecido no edital seria uma fraude ao processo licitatório”, sustentou César, que falou aos vereadores, virtualmente, durante 50 minutos.

“Não era um contrato de fácil rompimento, tanto que o atual governo soube do problema já na transição e levou 33 meses para fazer a rescisão”, afirmou. O ato foi formalizado em setembro do ano passado.

Os representantes da Dom Parking Nédio Domingues Vitório e Vitor Hugo Vitório não atenderam à convocação da CPI para prestar esclarecimentos.

O relatório do vereador Gabriel Meurer (Podemos) será entregue na próxima terça-feira, com previsão de ser votado em plenário até o dia 20.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.