Clínica de reabilitação de Mosqueiro é fechada após denúncias de abuso sexual


Homem que trabalhava como monitor do local foi preso. Uma clínica de reabilitação localizada em Mosqueiro, distrito de Belém, foi fechada pela Polícia Civil. Segundo as investigações, no local mulheres eram mantidas em cárcere privada e abusadas pelo homem que trabalhava como monitor do local. O suspeito foi preso. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (17).
O mandado de prisão temporária foi cumprido na “Operação Terapêutica”, que iniciou após denúncias de que no centro de reabilitação mulheres eram mantidas em cárcere privado. Segundo o relato das vítimas, o homem que trabalhava como monitor no local se aproveitava de sua condição hierárquica e da impossibilidade de reação das pessoas internadas e sem contato com familiares, para praticar atos libidinosos.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.