Como o ex-ministro do Turismo tentou sobreviver ao facão

Nessa confusão no Ministério do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio tentou até o último minuto salvar o emprego.

Na reunião que teve com Jair Bolsonaro para explicar os ataques que fez a Luiz Eduardo Ramos no grupo de WhatsApp dos ministros — revelados pelo Radar –, Álvaro Antônio chegou a pedir desculpas ao colega, para tentar escapar do facão.

Não deu certo. Bolsonaro já havia advertido seus auxiliares para que lavassem a roupa suja internamente. A exposição do toma lá dá cá do Planalto com partidos do centrão foi o fim da linha para o chefe do Turismo.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.