Consumo excessivo de álcool é principal fator de risco para mais de 100 tipos de doenças

Você sabia que o consumo abusivo do álcool é, no Brasil, o principal fator de risco para mais de 100 tipos de doenças ou lesões? Dentre elas estão, por exemplo, sexo desprotegido, gastrite, hepatite, excesso de gordura no fígado, diversos tipos de câncer, doenças cardiovasculares, dependência do álcool, além de outros danos como acidentes e violência. Mas porque isso acontece? Existe uma quantidade segura para o beber? Isso acontece porque 50% dos brasileiros não consomem nem uma gota de bebida alcoólica, mas entre os que consomem, a maioria bebe em uma quantidade bem acima da considerada moderada.

Para que vocês possam compreender melhor: uma dose de bebida alcoólica equivale a uma lata de cerveja, uma taça de vinho ou 45 ml de qualquer bebida destilada, que é aquela quantidade que tem em um dosímetro que usam nos bares. O consumo moderado do álcool é beber até 2 doses de bebidas por dia para os homens, e para as mulheres é uma dose, não ultrapassando cinco vezes por semana. Lembre-se que o consumo do álcool, mesmo moderado, só é permitido para adultos e proibido para pessoas que vão dirigir ou operar máquinas, mulheres grávidas e pessoas com antecedentes de dependência na família ou que já estejam apresentando problemas relacionados ao uso do álcool.

Fique atento! Se você é adulto e consome bebidas alcoólicas nos seus momentos de lazer, entenda que ele não é pra ser usado abusivamente, para ficar embriagado ou mesmo como válvula de escape para o enfrentamento de problemas ou estresse da vida diária. Pense em outras formas de aproveitar seu dia! Se você tiver uma pergunta ou quiser sugerir algum tema, escreva para mim no Instagram @dra.camilamagalhaes ou no email  dracamila@jovempan.com.br
Até a próxima!

Adicionar aos favoritos o Link permanente.