Cooperativa de Maringá distribui mais de R$ 100 milhões em ‘sobras’ para produtores rurais


Dinheiro é pago com base na produção de cada agricultor na safra de 2020. Cooperativas do setor devem distribuir mais de R$ 3 bilhões em todo o Paraná. Agricultores recebem parte do lucro de cooperativas
Mais de 15 mil produtores que fazem parte de uma cooperativa agroindustrial de Maringá, no norte do Paraná, começaram a receber nesta segunda-feira (14) as sobras do faturamento da safra de 2020. Ao todo, mais de R$ 100 milhões serão distribuídos.
Os produtores rurais recebem o dinheiro proporcionalmente à produção deste ano. Um dos agricultores deve receber mais de R$ 300 mil, de acordo com a Cocamar.
Por causa da pandemia, os atendimentos para o pagamento das sobras estão sendo agendados.
O gerente da Cocamar, Osvaldo Mesti, explicou que o pagamento das sobras ajuda a movimentar a economia local, principalmente dos municípios menores.
“Esse dinheiro vai ajudar aquele pequeno negócio, aquele pequeno mercado que também vai conseguir acessar esse recurso”, disse.
Produção de soja no Paraná
Jaelson Lucas/AEN
Sobras
Em todo o Paraná, as cooperativas do setor agro devem distribuir neste ano mais de R$ 3 bilhões em sobras.
Outra cooperativa que também começou a distribuição das sobras é a Coamo, de Campo Mourão, no centro-oeste do Paraná. Cerca de R$ 139 milhões foram pagos aos produtores.
O pagamento feito pelas cooperativas em dezembro é referente à primeira parcela das sobras. No início de 2021, mais uma parcela será distribuída entre os produtores do setor.
VÍDEOS: Caminhos do Campo
Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.