Cooperativa do Paraná reparte R$ 139 milhões de lucro entre agricultores associados

No estado, cooperativismo deverá dividir R$ 3,7 bilhões entre os produtores rurais. Fim de ano é a época em que as cooperativas dividem os lucros com seus associados. No Paraná, um dos principais estados nesse segmento, o faturamento do segmento deve passar dos R$ 100 bilhões.
Assista a todos os vídeos do Globo Rural
Isso se deve ao trabalho de 179 mil produtores que se uniram na ideia de cooperar. Na cidade de Campo Mourão, existe uma das cooperativas pioneiras do estado, que nasceu há 50 anos.
A Coamo começou em 1970 com 79 agricultores e, atualmente, são mais de 29 mil. A cooperativa se tornou a maior da América Latina e expandiu para outros estados, como Mato Grosso do Sul e Santa Catarina.
Na última semana, todos esse produtores rurais repartiram R$ 139 milhões de sobras, que é como é chamado o lucro das cooperativas. É o melhor resultado desde a fundação da Coamo.
“É um dinheiro muito bem vindo, que a gente aguarda e que vamos aproveitar bem. Estamos muito satisfeitos com o resultado deste ano”, comemora o agricultor Rodrigo Tonet.
Em todo o Paraná, a Organização das Cooperativas do estado (Ocepar), as sobre do setor agro devem passar dos R$ 3,7 bilhões de em 2020.
Mesmo que não tenham fechado ainda o balanço do ano, as cooperativas antecipam parte do pagamento e, por isso, que as sobras são chamadas de “13º dos produtores”.
Saiba mais na reportagem completa no vídeo acima.
Veja os vídeos mais assistidos do Globo Rural
Adicionar aos favoritos o Link permanente.