Coronavírus: Instituto de Saúde do Chile aprova uso da vacina da Pfizer em maiores de 16 anos

Com um aumento exponencial de casos e mortes em decorrência da segunda onda de contaminação pela COVID-19, o mundo corre contra o tempo para encontrar a melhor vacina e iniciar o processo de imunização o quanto antes. Somente nesta semana, Canadá e EUA já iniciaram a vacinação por meio da aprovação emergencial do medicamento desenvolvido pela Pfizer em parceria com a BioNTech.

Hoje, foi a vez do Chile agir para que o processo de imunização comece na região. O Instituto de Saúde Pública chileno aprovou nesta quinta-feira, 17 de dezembro, a aplicação da vacina da Pfizer em pessoas com mais de 16 anos. A votação ocorreu em meio a uma comissão de 22 especialistas, que realizaram a liberação em caráter emergencial, assim como outras nações.

A medida ainda aguarda validação do presidente Sebastián Piñera, mas a expectativa é que a vacinação comece já na próxima semana, no dia 24 de dezembro. Além disso, o sinal verde do Instituto já permite que as vacinas sejam importadas e distribuídas nos centros de imunização de todo o país.

Clique aqui para ler mais

Adicionar aos favoritos o Link permanente.