Covid-19: e a prevenção e tratamento precoce, senhores?

Espalhando-se nas redes sociais depoimento do médico Pierre Kory, Presidente da “Frontline Covid-19 Ctitical Care Alliance (FLCCC), na Comissão de Segurança do Senado dos Estados Unidos sobre omissão das autoridades em geral no tratamento precoce do coronavirus.
Especialista mundial em estudos sobre o Covid-19, ele fez um dramático apelo ao governo e aos órgãos de proteção da saúde para as medidas preventivas de combate do vírus, com a eficácia comprovada do uso de ivermectina nos primeiros sintomas da doença.
Declarou enfaticamente: “Os dados mostram a capacidade do medicamento Ivermectina em prevenir Covid-19, em evitar que aqueles com sintomas iniciais progridam para a fase hiperinflamatória da doença e até mesmo em ajudar na recuperação de pacientes criticamente enfermos.”
O Dr. Kory testemunhou: “A Ivermectina é efetivamente uma “droga milagrosa” contra COVID-19”. E pediu às autoridades médicas do governo – o NIH, CDC e FDA – que revisassem com urgência os dados mais recentes e emitissem diretrizes para médicos, enfermeiros, e assistentes médicos devem prescreverem Ivermectina para Covid-19.
– As pessoas estão morrendo a taxas inaceitáveis e incalculáveis – disse Kory ao Senado. Eu sou um especialista em pulmão e em UTI, e tudo que faço agora é cuidar de pacientes com COVID-19 morrendo de falta de ar em UTIs. Quando eles chegam à UTI, é quase impossível salvar a maioria dos pacientes. Eles simplesmente não podem respirar.
Desabafou: “De agora em diante, serão mortes desnecessárias, uma vez que existe uma solução prontamente disponível. Uma solução que não pode ser descartada ou ignorada. Há uma necessidade crítica de informar os profissionais de saúde neste país e no mundo. Se não fizermos nada, a tendência atual continuará. E a história vai julgar.”
Aqui em Santa Catarina, as autoridades só querem baixar ordens, limitar direitos individuais, impor toque de recolher, fixar ordens absurdas e contraditórias, com prejuízos graves em vários setores da economia.
E nenhuma orientação à população sobre a prevenção prescrita pelo dr. Kory e muitos médicos, com tratamento precoce. Até quando?
*

Adicionar aos favoritos o Link permanente.