Covid-19: GDF diz que pacientes com sintomas devem procurar UBSs, mas não há testes em todos postos


Por telefone, servidores dizem que faltam exames para detectar novo coronavírus. Saúde afirma que ‘em determinados momentos, algumas unidades podem ficar temporariamente sem os testes do tipo RT-PCR’. Funcionários falam de falta de testes para detecção da Covid-19 no DF
A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) informou, nesta segunda-feira (14), que está abastecida com testes para a detecção da Covid-19. A pasta orienta que a população procure as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em casos de sintomas do novo coronavírus.
No entanto, por telefone, servidores dizem que faltam exames do tipo RT-PCR ou rápido. A situação foi comprovada pela reportagem da TV Globo em três Unidades Básicas de Saúde.(veja acima)
Questionada, a Secretaria de Saúde informou que, “em determinados momentos, por questões relacionadas ao absenteísmo de pessoal que faz coleta e ao fluxo de pacientes, algumas unidades podem ficar temporariamente sem os testes do tipo RT-PCR”. A pasta afirmou que quando isso ocorre, o paciente é direcionado para uma unidade mais próxima.
Os telefonemas para as UBSs
UBS II do Cruzeiro, em imagem de arquivo
Breno Esaki/SES-DF
Em Santa Maria, uma atendente da UBS disse à TV Globo, que a unidade não tem nenhum tipo de teste. “Somente no Centro de Saúde [há testes], onde tem laboratório. UBS não tem laboratório, nem o teste rápido”, disse a servidora.
A situação também se repete na UBS da Vila Planalto. Os pacientes que chegam ao local, segundo os servidores, são encaminhados para fazer o teste no Lago Norte.
“Você chega aqui, faz um agendamento e depois você vai pra lá. É a UBS 1 Lago Norte que está fazendo”, informou a atendente.
Na Unidade Básica do Recanto das Emas, uma funcionária disse que a situação – do governo dizer que há testes em todas as UBSs – é uma “propaganda enganosa”.
O que diz a Secretaria de Saúde
Aparelhos de microleitores disponíveis em 50 UBSs da rede
Geovana Albuquerque/ Agência Saúde DF
A Secretaria de Saúde afirma, em nota, que “as 172 UBSs estão prontas para realizar exames clínicos dos pacientes com sintomas da doença, e todas elas possuem teste do padrão RT-PCR”. Ainda de acordo com a pasta, todas as UBSs “têm oxímetro para medir a oxigenação do sangue e determinar a necessidade ou não de exames complementares dos pacientes”.
Veja aqui os endereços e horários de atendimento das Unidades Básicas de Saúde do DF
A SES afirma que distribuiu 145,5 mil testes rápidos para as unidades de saúde. Conforme a secretaria, os exames contam com microleitores que permitem um resultado mais preciso, evitando a ocorrência de falso positivo.
Os testes foram fornecidos pelo Ministério da Saúde e atendem a todas as regiões de saúde do DF, por meio de 50 unidades básicas de saúde da rede pública (veja abaixo).
Testes rápidos para Covid-19 estão disponíveis em 50 unidades básicas de saúde
Érick Alves/SES-DF
Vacina contra Covid-19: cientista da UnB diz que imunização deve ‘tomar o ano que vem todo, talvez até mais’
Covid-19: DF e RJ lideram proporção de infectados no país, aponta estudo
Secretaria de Saúde investiga três casos suspeitos de reinfecção pelo coronavírus no DF
Quem pode fazer o teste?
O coordenador da Atenção Primária à Saúde (Coaps), Fernando Erick Damasceno, explica que os testes são aplicados em pessoas sintomáticas, que apresentam quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois dos seguintes sinais e sintomas:
Febre
Calafrios
Dor de garganta
Dor de cabeça
Tosse
Coriza
Perda do olfato ou do paladar
O gestor reforça a importância da avaliação clínica, que deve ser feita pela equipe de profissionais de saúde na UBS.
Em crianças, a Secretaria de Saúde esclarece que além dos sintomas citados pelo coordenador da Coaps, é considerada também obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico. Nos idosos, dis a pasta, “consideram-se critérios específicos de agravamento, como desmaios, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e perda de apetite”.
Segundo a SES, na suspeita de Covid-19, a febre pode estar ausente e sintomas de diarreia, presentes. “A importância do teste é no sentido de diferenciar as síndromes respiratórias, diferenciar a Covid de uma gripe, de um resfriado”, explica Damasceno.
Diferença entre os testes
Teste rápido
Teste rápido para Covid-19 no DF, em imagem de arquivo
Breno Esaki/Agência Saúde
Segundo a Secretaria de Saúde, o teste rápido detecta a presença de anticorpos que o organismo humano produz contra a Covid-19. Ele deve ser realizado a partir do 8º dia de sintomas .
“Nesse momento [a partir do 8º dia], as defesas do organismo são mais fáceis de identificar”, diz a pasta.
Ainda de acordo com a secretaria, o resultado do teste rápido feito nas UBSs costuma sair entre dez e 20 minutos. A SES afirma que os testes rápidos são seguros, aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e apresentam sensibilidade superior a 86% e especificidade superior a 95%
RT-PCR
Teste RT-PCR para Covid-19, no Distrito Federal, em imagem de arquivo
Breno Esaki/Agência Saúde DF
O teste RT-PCR usa um cotonete para colher o material genético do paciente. Esse exame é capaz de dizer se o vírus está presente no corpo da pessoa.
Segundo a SES-DF, essa técnica é considerada “padrão ouro” no diagnóstico da Covid-19. O Ministério da Saúde recomenda que o teste seja realizado entre o 3º e o 7º dia de sintomas .
“Nesse período [entre 3º e 7º dia], a carga viral costuma ser melhor”, diz a Saúde.
No entanto, o RT-PCR pode ser feito até o 10º dia de infecção. Segundo a Secretaria de Saúde, o resultado sai entre 24 horas e 72 horas.
Ainda de acordo com a pasta, esse tipo de teste é mais indicado em pacientes internados com suspeita da doença e nos óbitos suspeitos de Covid-19. A SES-DF afirma que ele também é usado nos profissionais de saúde que estão na linha de frente, e em pessoas que tenham tido contato, nos últimos 14 dias, com algum caso confirmado de coronavírus.
VÍDEOS: Raio-x da saúde pública
Initial plugin text
Leia outras notícias da região no G1 DF.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.