Covid-19: Vigilância em Saúde emite alerta e diz que Divinópolis está no pior cenário desde o início da pandemia


Dois hospitais estão com ocupação máxima no CTI, outros dois hospitais têm ocupação de leitos de UTI acima de 75%; leitos de enfermaria também estão com ocupação máxima, segundo a pasta. Vigilância em Saúde faz novo alerta em Divinópolis sobre ocupação dos Hospitais por causa da Covid-19
Mariana Gonçalves/G1
Em Divinópolis, dois hospitais atingiram a capacidade máxima de ocupação de leitos Covid-19 no Centro de Terapia Intensivo (CTI). Outros dois hospitais estão com ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) acima de 75%. Nos setores de enfermaria, dois hospitais já estão com 100% de ocupação e um terceiro, com 83%. Os dados são referentes a sábado (12), segundo a Vigilância em Saúde. A pasta disse ao G1 que a situação permanece a mesma nesta segunda-feira (14).
Após este quadro da pandemia na cidade, a Vigilância em Saúde divulgou uma nota de alerta no fim de semana. Este foi o segundo aviso de alerta em menos de um mês.
“O município de Divinópolis encontra-se no pior cenário da pandemia de cOVID-19, desde o mês de março de 2020. Os indicadores de incidência e de ocupação hospitalar nunca estiveram tão altos”, diz trecho do texto
Ainda no comunicado, a pasta disse que muitos profissionais de saúde estão adoecendo e se ausentando com licenças médicas. Devido a isso, a Prefeitura alegou que está com dificuldades de contratar profissionais para repor os que adoecem.
“Se a situação continuar se agravando, muitas pessoas podem ir a óbito por falta de assistência médica”, aponta outro trecho da nota.
Por fim, a Vigilância novamente chamou a atenção da população para que colabore e respeite as regras sanitárias, como uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social.
Boletim Municipal
Conforme o último boletim divulgado pela Prefeitura na sexta (11), em uma semana, 216 casos do novo coronavírus foram confirmados em Divinópolis, além de 1.797 notificações suspeitas e 197 pessoas que se recuperaram da doença.
Ainda neste boletim, houve a confirmação de mais duas mortes na cidade em decorrência da doença. Ao todo, o município contabiliza 2.932 casos confirmados de coronavírus, 50 resultados positivos a mais que o boletim divulgado no dia anterior (10). Já a quantidade de exames suspeitos que foram descartados permanece em 1.229. Outras 186 pessoas aguardam os resultados de exames.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.