Dia de Doar dobra arrecadação entre brasileiros

A tradição é mais ou menos essa: na quinta-feira, comer peru com a família celebrando o feriado de Ação de Graças. No dia seguinte, correr atrás da promoções. Na segunda-feira, compras de novo, mas pela internet, na Cyber Monday. E, na terça, a hora de doar para quem mais precisa, na Giving Tuesday.

Modismos norte-americanos à parte, a onda solidária já conquistou 70 países, inclusive o Brasil. Por aqui os números ainda são tímidos, mas demonstram o potencial de generosidade da população. Dados da Associação Brasileira de Captadores de Recursos mostram um aumento de 80% na comparação de 2020 com o ano passado, de 1,1 milhão para 2,028 milhões de reais arrecadados na terça-feira, 1º de dezembro.

“Essa situação extrema que vivemos escancarou de um lado as desigualdades e de outro a generosidade. Nos vimos sensibilizados pelo mesmo risco e mostramos ao mundo que o brasileiro é um povo que gosta de doar”, explica João Paulo Vergueiro, da ABCR. O Dia de Doar é realizado pela ABCR, com apoio do Movimento por uma Cultura de Doação e em parceria com a Umbigo do Mundo, Fundação Jose Luiz Egydio Setúbal, Instituto Mol e Movimento Bem Maior.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.