Diretora da Vigilância espera temporada de verão “altamente responsável”

Liberações de atividades econômicas não significam que moradores e turistas devam relaxar na prevenção ao coronavírus durante o verão – Foto: Anderson Coelho/ND

Em audiência pública promovida pela Alesc, nesta segunda-feira (14), a diretora da Vigilância Sanitária estadual, Raquel Bittencourt, disse que espera que as pessoas sejam “muito conscientes” e que Santa Catarina tenha “uma temporada de verão altamente responsável”.

As liberações de atividades pelo governo não significam, segundo ela, “flexibilizações dos cuidados”, mas sim “compartilhamento de responsabilidades”.

Ela destacou que as novas regras para a hotelaria vão permitir que mais turistas venham ao Estado e façam a economia girar, mas também lembrou da importância de manutenção dos cuidados para evitar impacto na capacidade de atendimento hospitalar ou ambulatorial.

Representantes do setor de eventos aproveitaram a reunião on-line para reforçar o apelo para liberação das atividades em Santa Catarina, conforme os protocolos sanitários de prevenção ao coronavírus.

“Não suportamos mais dois ou três meses sem trabalhar”, disse Marco Aurélio Floriani, da Fecomércio, um dos porta-vozes do setor, que pede o mesmo tratamento dados aos hotéis, liberados pelo governo do Estado para funcionamento com 100% de ocupação desde que se adequem às normas e tenham, com isso, o direito a ostentar o selo Viaje + SC.

“Temos os melhores protocolos do Brasil, exemplo, inclusive para os outros Estados”, destacou Leandro Mané Ferrari, presidente da Santur, agência estadual de turismo.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.