Dólar abre com pequenas oscilações e segue abaixo de R$ 5,05


Na sexta-feira, moeda norte-americana fechou em alta de 0,14%, a R$ 5,0446. Notas de dólar
Reuters
O dólar abriu em leve queda nesta segunda-feira (14), se mantendo abaixo de R$ 5,05.
Às 9h03, a moeda norte-americana caía 0,04%, a R$ 5,0427. Veja mais cotações.
Na sexta-feira, o dólar fechou em alta de 0,14%, a R$ 5,0446, mas recuou 1,54% na semana. Na parcial do mês, tem queda 5,65%. No ano, ainda registra alta de 25,81%.
Saiba se é hora de comprar dólar
Cenário local e externo
No exterior, a decisão de prorrogar as negociações comerciais entre Reino Unido e União Europeia mantinha vivas as esperanças de um eventual acordo entre os britânicos e o bloco europeu.
Por aqui, os economistas do mercado financeiro elevaram sua estimativa de inflação para 2020 pela décima oitava semana seguida, que passou de 4,21% para 4,35%. Para o Produto Interno Bruto (PIB), a previsão do tombo no ano passou de de 4,40% para 4,41% na semana passada. Já a projeção para a taxa de câmbio no fim de 2020 recuou de R$ 5,22 para R$ 5,20. Para o fechamento de 2021, a estimativa caiu de R$ 5,10 para R$ 5,03 por dólar.
No Brasil, continuava também no radar dos investidores a questão fiscal, que há meses têm sido apontada como um fator decisivo na disparada do dólar frente ao real no ano de 2020.
Em meio um Orçamento apertado para 2021 e uma agenda de reformas estruturais atrasada, os mercados temem que o governo adote medidas para flexibilizar ou furar seu teto de gastos, e seguem no aguardo de anúncios concretos a favor da responsabilidade fiscal.
Paulo Guedes diz que vacinação em massa deve custar R$20 bilhões
Assista às últimas notícias de economia
Variação do dólar em 2020
G1
Adicionar aos favoritos o Link permanente.