É #FAKE post atribuído a Deltan Dallagnol com críticas a Maia


Assessoria do MPF no Paraná afirma que Dallagnol não fez postagem com esse conteúdo. Também é possível perceber que a frase citada não consta dos perfis verificados do procurador nas redes sociais. Circula pelas redes sociais um print de um post atribuído ao procurador da República e ex-coordenador da Lava Jato em Curitiba Deltan Dallagnol com críticas ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. É #FAKE.

G1
A mensagem atribui a Dallagnol a seguinte declaração: “Rodrigo Maia pressionou o governo Bolsonaro para distribuir cargos e vantagens aos deputados como condição para aprovação das reformas. Como não conseguiu, começou a criticar o governo e seus principais líderes. Nesse contexto, a pressão das redes sociais contra a velha política será fundamental. #foramaia”.
A assessoria de imprensa do Ministério Público Federal no Paraná informa que Dallagnol não fez nenhuma postagem com esse conteúdo.
A postagem com a expressão citada também não é encontrada em busca nos perfis verificados de Dallagnol no Facebook e no Twitter.
É #FAKE post atribuído a Dallagnol com críticas a Maia
Reprodução
É #FAKE post atribuído a Dallagnol com críticas a Maia
Reprodução
Dallagnol fez um alerta em agosto que tem se deparado com vários perfis fake se passando por ele para emitir declarações sobre políticos.
Initial plugin text
Maia (DEM-RJ) e os dirigentes partidários que o apoiam (MDB, DEM, PSL, PSDB, CIDADANIA e PV) discutem o candidato do bloco na disputa pela presidência da Câmara.
Ele criticou o governo federal nesta sexta-feira (11) em São Paulo, ao dizer que a gestão do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), “interfere de forma antidemocrática” nas eleições para as presidências da Câmara e do Senado no próximo ano.
É #FAKE post atribuído a Dallagnol com críticas a Maia
Reprodução
Vídeo: Veja como identificar uma mensagem falsa
Como identificar se uma mensagem é falsa
VEJA outras checagens feitas pela equipe do FATO ou FAKE
Initial plugin text

Adicionar aos favoritos o Link permanente.