Escola municipal usa arte do grafite para conscientizar sobre a pandemia em Juiz de Fora


As paredes da Escola Municipal Oscar Schmidt agora trazem mensagens sobre os cuidados com a pandemia com o objetivo de deixar o ambiente vivo e pronto para retorno dos alunos. Escola Municipal em Juiz de Fora desenvolve projeto de conscientização a pandemia por meio do grafite
Prefeitura de Juiz de Fora/Divulgação
Como forma de criar um canal de trocas de informação, saberes, esclarecimento de dúvidas e redução dos medos durante a pandemia do coronavírus, os profissionais da Escola Municipal Oscar Schmidt, em Juiz de Fora, desenvolveram um projeto com arte impressa e em grafite. O objetivo é se preparar para para o momento futuro de reinício de atividades presenciais.
O projeto “Ação Educativa e Isolamento Social – Informação, Educação e Comunicação” chamou os artistas Dorin, CND e Stain, do projeto “Gente em Primeiro Lugar”, para fazerem as artes na escola.
Frases como “Seja seu próprio padrão de beleza”, “Não pare até orgulhar-se de você” e “Bora dá um up na vida” foram estampadas nas paredes do local, além de incentivos aos cuidados de combate ao coronavírus e imagens que remetem à cultura brasileira.
Segundo a Prefeitura de Juiz de Fora, a ideia é transformar o ambiente escolar em um local mais vivo e acolhedor, pronto para receber os alunos presencialmente, quando for possível.
Um material impresso com os mesmos incentivos e informações sobre a matriz pedagógica no espaço doméstico também foi produzido e entregue à domicílio aos alunos. De acordo com a administração municipal, novos materiais serão produzidos quinzenalmente.
“Apesar de um ano difícil, de um equilíbrio emocional posto à prova, foi um ano de desafios, de mudanças, do pensar e agir rápido, de se reinventar. Fizemos a nossa parte, dentro das possibilidades e circunstâncias que nos cabiam, e o sentimento que fica é de gratidão”, destaca a diretora da escola, Cátia Fernanda Tolomelli.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.