Estrela de campanha, Zé Gotinha nega aperto de mão a Bolsonaro; veja vídeo

Estreça de campanhas de imunização, o Zé Gotinha protagonizou um momento curioso ao negar um aperto de mão ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante uma solenidade. A situação aconteceu na manhã desta quarta-feira, 16, quando o Ministério da Saúde lançou o Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19. Ao ver a presença do mascote, Bolsonaro, que não estava usando máscara, estendeu a mão para cumprimentar o Zé Gotinha, que, por sua vez, fez um sinal de positivo. O presidente então abraçou o personagem e deu alguns tapinhas em suas costas. O momento foi registrado em vídeo. Confira:

O episódio teve uma grande repercussão nas redes sociais, com diversos internautas fazendo piadas com o gesto do personagem. Alguns disseram que a recusa do Zé Gotinha foi “melhor coisa do dia” enquanto outros disseram que o personagem “tem mais consciência” do que o presidente, que não utilizava a máscara de proteção contra a Covid-19. A utilização da máscara por parte do personagem também repercutiu nas redes, com muitos internautas apontando que outras autoridades presentes, como o ministro Eduardo Pazuello, comandante da pasta, também não estavam utilizando o equipamento.

A primeira etapa do plano de vacinação prevê a imunização de 51 milhões de pessoas com 108,3 milhões de doses. Deverão ser imunizadas: Trabalhadores da saúde, pessoas de 75 anos ou mais; pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas; população indígena aldeado em terras demarcadas, povos e comunidades tradicionais ribeirinhas. Do investimento total, já foram destinados R$ 80,5 milhões para aquisição de mais de 300 milhões de agulhas e seringas e Pazuello garantiu que todos os estados serão tratados da mesma forma.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.