Ex-funcionário invade ferragista, mata gerente, atira contra outro trabalhador e se mata, diz PM


Atirador trabalhou na loja de ferramentas por mais de 15 anos. Há mais de um ano foi demitido por adequações na empresa e, segundo testemunhas, não teria se adaptado ao novo sistema da empresa. Homem invade ferragista, mata gerente e se mata em seguida, em Goiânia, Goiás
Gabriel Garcia/TV Anhanguera
Um ex-funcionário de uma ferragista invadiu a loja e matou o gerente da empresa com um tiro, depois atingiu um funcionário na perna e se matou dentro do local, na tarde desta quarta-feira (16), na Vila Morais, em Goiânia, segundo a Polícia Militar.
A corporação foi chamada às 15h30 para atender a uma ocorrência de tiros no local. Segundo o tenente Gustavo Arantes, o atirador trabalhou na loja de ferramentas por mais de 15 anos. Há mais de um ano foi demitido por adequações na loja e, segundo testemunhas, não teria se adaptado ao novo sistema da empresa.
O tenente explicou que o homem foi até a sala do gerente, deu um tiro na perna de um funcionário e em seguida atirou contra o gerente, que morreu na hora.
“Esse atirador achava que o gerente era o responsável pela demissão dele naquela época. Por isso, ele voltou esse tempo depois para matar ele”, ressalta o tenente.
Demissão
Ao sair da empresa, o ex-funcionário disse para o gerente que mataria ele e o subgerente, segundo a polícia.
Neste tempo, funcionários contaram para a polícia que ele fez ameaças constantes ao gerente pelas redes sociais.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.