Fiscalização identifica falta de medicamentos no Hospital Regional de Sapé, diz CRM-PB


Unidade de saúde está com a escala médica incompleta; não há diretor técnico; há falhas na regulação de pacientes e que o laboratório de análises clínicas só funciona pela manhã, diz órgão. Fiscalização identifica falta de medicamentos no Hospital Regional de Sapé, na PB
Divulgação/Ascom CRM
Uma fiscalização feita pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) identificou uma série de irregularidades no Hospital Regional Dr Sá Andrade, no município de Sapé, na manhã desta segunda-feira (14).
O G1 tentou entrar em contato com a unidade de saúde por telefone, mas ao tentar ligar para o local, foi informado de que o número discado não existe.
Conforme o órgão, foi constatado que a unidade de saúde está com a escala médica incompleta, faltam medicamentos essenciais, não há diretor técnico, há falhas na regulação de pacientes e que o laboratório de análises clínicas só funciona pela manhã.
“O hospital apresenta irregularidades que precisam ser corrigidas o mais breve possível. Estabelecemos alguns prazos para que essas inconformidades sejam resolvidas, sob pena de interdição do exercício profissional dos médicos”, ressaltou o diretor de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa.
A partir do recebimento do relatório do CRM-PB, a diretoria do hospital terá um prazo de 72 horas para apresentar a escala médica do mês atual e portaria de designação de diretor técnico.
O hospital terá, ainda, um prazo de sete dias corrigir as irregularidades quanto à falta de medicamentos e 15 dias para apresentar documentos que demonstrem a pactuação e formalização das referências hospitalares e o plano de transporte dos pacientes referenciados.
Hospital Regional de Sapé, na PB
Divulgação/Ascom CRM
Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba
Adicionar aos favoritos o Link permanente.