Florianópolis ganha novas unidades de saúde, farmácia especializada e centros reformados

O ano de 2020 pegou a todos de surpresa. Com a pandemia do coronavírus, as atenções e iniciativas de governos municipais e nacionais em todo o mundo se voltaram à área da saúde.

Nova UPA no Norte da Ilha era uma demanda antiga da comunidade e foi entregue no início de novembro de 2020 – Foto: Cristiano Andujar/PMF/Divulgação/ND

Na capital catarinense, além das ações pioneiras realizadas pela Prefeitura de Florianópolis para o combate à Covid-19, já em março deste ano, com a adoção de medidas restritivas, ampliação da testagem e monitoramento dos casos por exemplo, desde janeiro, o município investe no aumento e melhorias na rede municipal de saúde.

Uma das mais importantes obras executadas neste ano, demanda antiga da comunidade, foi a reforma e ampliação da UPA Norte, no Norte da Ilha, localizada ao lado do terminal do bairro Canasvieiras.

A estrutura foi reaberta no final de semana dos dias 31 de outubro e 1º de novembro de 2020 e passou de 914, 42 m² para 1.422,06 m², onde estão quatro leitos adultos para emergências, um leito infantil para emergência, nove leitos adultos para observação, sete leitos infantis para observação, seis consultórios médicos, consultório odontológico, sala de serviço social, sala de sutura e curativo, dois consultórios de acolhimento, sala de raio-x, de coletas de exames, e dez poltronas de aplicação de medicamentos.

“Saúde é sempre prioridade, neste ano tivemos uma atenção especial às ações de combate e prevenção à Covid-19, mas investimos ainda na estrutura da rede de saúde da cidade, também para aprimorar o atendimento a todos os casos e toda a população. Ampliamos e reformamos unidades de saúde, construímos uma nova farmácia especializada para suprir a demanda da comunidade e também garantimos um novo e modernizado centro para atendimento dos animais da cidade”, afirma o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro.

Confira abaixo as obras revitalizadas e construídas durante este ano na área da saúde na Capital:

Centro de Saúde do Trabalhador

No momento, o município finaliza toda a recuperação estrutural e já abriu licitação, que está em fase de recurso, para construção do Centro de Saúde do Trabalhador, localizado na rua Santos Dumont, 52, em frente à praça Pereira Oliveira, no Centro da Capital. O local terá área total de 1.560,00 m² e abrigará 15 consultórios médicos, três consultórios odontológicos e uma farmácia, em um investimento de quase R$ 2.302719,16.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a intenção é facilitar o acesso aos serviços de saúde para os trabalhadores da cidade, pois atualmente, a pessoa pode acessar os serviços do centro de saúde do seu bairro, que tem um médico de saúde da família daquela localidade à disposição. No entanto, como muitas pessoas trabalham o dia todo no Centro de Florianópolis, acabam sem tempo para chegar até a unidade de saúde do seu bairro.

O Centro de Saúde do Trabalhador vai atender a essa população, de todos os bairros da cidade, que hoje não tem tempo para chegar até as localidades onde moram a tempo do atendimento.

“Essa é uma ótima notícia. Não vejo a hora de inaugurarem essa unidade, pois trabalho como manicure das 8h às 18h no Centro, e moro em Ingleses. Sempre que preciso utilizar o posto preciso reagendar horários, falar com a minha chefe. Com a possibilidade de atendimento aqui mais perto será muito mais fácil para ir às consultas”, afirma Rosália dos Santos, 46 anos.

Reforma do centro de saúde do Balneário do Estreito

Ainda neste ano, foi completamente revitalizado o centro de saúde do Balneário do Estreito, no Continente. Foram reformados todos os 262,46 m² da unidade.

O investimento foi de R$185.383,27 para os serviços de manutenções corretivas e preventivas em toda a unidade, além troca de piso, correção de fissuras, melhoria na rede elétrica, pintura, mudança de fluxos, ampliação de consultórios de troca de mobiliário, novos equipamentos médicos e equipamentos de informática.

Antes da revitalização, a estrutura abrigava dois consultórios odontológicos e quatro consultórios médicos. Hoje, o local tem sete consultórios médicos.

Unidade de saúde do Alto Ribeirão

A região do Alto Ribeirão finalmente ganhou em 2020 o seu centro de saúde, situado na rua Tenente Silvestre Rocha, dentro do portal do Ribeirão, no Ribeirão da Ilha. A estrutura tem área total construída de 703,00 m2 e uma área total no terreno de 5.672,60m2 e capacidade para quatro equipes de saúde da família atuarem, em 12 consultórios médicos. Destes, quatro têm sanitário acessível.

Além disso, a unidade de saúde tem ainda dois consultórios odontológicos, uma sala de procedimentos, uma sala de vacina, uma sala de curativos, uma farmácia com dois guichês de atendimento, um auditório, uma sala de coordenação, entre outras salas e serviços de atendimento à população.

Michele Rano da Luz, moradora do Alto Ribeirão, aprova a mudança. “Eu também sempre fui atendida no posto antigo, mas essa unidade nova, além de esteticamente bonita e espaçosa, tem uma ótima equipe de funcionários. Eu gostei muito do atendimento e fui muito bem tratada pela nova equipe”, afirma.

Farmácia especializada com mais de 850 m²

A Prefeitura da Capital também inaugurou, em agosto deste ano, o espaço da farmácia especializada, que antes funcionava na UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

Nova estrutura da Farmácia Especializada, antiga Farmácia Escola, tem agora 859 m² – Foto: PMF/Divulgação/ND

Conhecida como a antiga Farmácia Escola, a nova estrutura tem agora 859 m² e conta com novos equipamentos. A nova unidade fica localizada na rua Dr. Heitor Blum, 521, no bairro Estreito, em Florianópolis. Os encaminhamentos para atendimento permanecem os mesmos, os horários são previamente agendados, e, para novas solicitações, o contato preferencial deve ser feito pelo e-mail farmaciaespecializada.sms@pmf.sc.gov.br.

A população também poderá ir presencialmente na unidade, onde será orientada pela equipe respeitando todos os cuidados e procedimentos de segurança sanitária devido à pandemia do coronavírus.

A farmácia especializada realiza, em média, 200 a 250 atendimentos ao dia, com medicamentos para mais de 70 tipos de patologias, como artrite, artrose, autismo, glaucoma e medicamentos para pós-operatório de transplantes, por exemplo.

Saúde animal

Não apenas as pessoas que moram em Florianópolis foram beneficiadas pelas obras de saúde do município neste ano. Os animais também ganharam o Casa (Centro de Atenção à Saúde Animal), em maio deste ano. Com 5.720,38 m², o espaço conta com área de soltura animal, bloco cirúrgico, banho e tosa, além de espaço para administração e atuação do Centro de Controle de Zoonoses.

Com 5.720,38 m², o espaço conta com área de soltura animal, bloco cirúrgico, banho e tosa, além de espaço para administração e atuação do Centro de Controle de Zoonoses – Foto: PMF/Divulgação/ND

A inauguração foi reservada aos servidores que já atuam no local, para evitar aglomerações de pessoas, respeitando as determinações para não disseminação da Covid-19

O centro é uma das maiores estruturas do Brasil de atenção à saúde dos animais. No local será possível atender gratuitamente animais de pessoas com baixa renda, além da possibilidade de ampliação do número de castrações. Centros cirúrgicos e canis também foram ampliados com novos equipamentos e melhores condições para execução dos trabalhos.

O novo bloco cirúrgico, por exemplo, conta com a área total de cerca de 304 m², e nele serão realizadas as castrações e outros procedimentos. Sãos dois canis, e um gatil, com aproximadamente 341 m², além de um amplo espaço com mais de 200m² para uma área de soltura animal, onde os animais resgatados que vivem na Dibea poderão ressocializar uns com os outros e se exercitar.

O Casa também contará com um auditório reformado onde projetos educativos para crianças, jovens e adultos poderão ser retomados após a quarentena. Anteriormente o espaço estava esquecido e passava por dificuldades para atender as demandas de maus-tratos na cidade, o que agora será muito mais eficiente graças a nova estrutura.

No CCZ ( Centro de Controle de Zoonoses), anexo ao local, os espaços também foram ampliados para atuação das equipes. O CCZ, que trabalha no combate à proliferação de dengue, caramujos africanos, leishmaniose e raiva, por exemplo. A ampliação reflete ativamente no controle das zoonoses (doenças que podem ser transmitidas de animais para seres humanos) e na prevenção de epidemias.

Mais detalhes sobre as obras

Centro de saúde do Alto Ribeirão

-Área total construída 703,00 m2.
-Área total do terreno 5.672,60m2.
-Capacidade para quatro equipes de Saúde da Família
– 12 consultórios médicos, quatro destes com sanitário acessível
– dois consultórios odontológicos
– uma sala de procedimentos-
– uma sala de vacina
– uma sala de curativos
– uma farmácia com dois guichês de atendimento
– um auditório
– uma sala de coordenação
– uma sala de marcação de exames
– cinco  Ilhas de atendimento/recepção

Investimento: R$ 2.341,877,06

Centro de Saúde do Trabalhador

– 15 consultórios médicos;
– três consultórios odontológicos;
– uma Farmácia;
– Área construída de 1.560,00 m²

Investimento: R$ 2.302.719,16

Nova estrutura UPA Norte

– quatro leitos adulto emergência
– um leito infantil emergência
– nove leitos adulto observação
– sete leitos infantil observação
– seis consultórios médicos
-dois consultórios de acolhimento
– um consultório de odontologia
– uma sala de serviço social
– uma sala de sutura e curativo
– uma sala de raio-X
– uma sala de coleta de exames
– dez poltronas de aplicação de medicamentos

Área da UPA: 914,42 m²
Com ampliação : 1.422,06 m²
Somente ampliação UPA: 538,65 m²

Conforme determina a Lei Municipal nº 10.199, de 27 de março de 2017, a Prefeitura Municipal de Florianópolis informa que a produção deste conteúdo não teve custo, e sua veiculação custou R$2.000,00 reais neste portal.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.