2ª FASE DA OPERAÇÃO MADEIRA DE LEI É DEFLAGRADA PARA COMBATER A EXPLORAÇÃO DE MADEIRA EXTRAÍDA DE FORMA INCORRETA

A Polícia Civil desencadeou a 2ª fase da Operação Madeira de Lei para combater a venda de móveis fabricados com madeiras de lei, provenientes da Reserva Biológica Estadual do Sassafrás e terras indígenas de lei, sem o conhecimento e autorização dos órgãos ambientais competentes. Foi na quinta-feira (29), nas cidades de Rio do Sul, Doutor Pedrinho e José Boiteux.

 QUER FICAR BEM INFORMADO CLIQUE AQUI

A ação foi realizada pela Delegacia de Repressão a Crimes Ambientais (DRCA) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) e contou com a participação do Instituto do Meio Ambiente – IMA, IBAMA, FUNAI e Polícia Federal.

Foto: POLICIA FEDERAL/Divulgação

No total, treze estabelecimentos foram fiscalizados. As madeireiras e comércio de móveis de demolição, que não apresentaram o Documento de Origem Florestal (DOF), necessário para comprovação da origem e destinação do produto vegetal dessa natureza, foram notificadas administrativamente pelo IMA.

No âmbito criminal, a Polícia Civil conduziu em flagrante os autores para a Delegacia da Comarca de Rio do Sul, onde foram lavrados os procedimentos policiais pelos crimes ambientais previstos no art. 46 “caput” e parágrafo único da Lei nº 9.605/98 e art. 60 da mesma lei.

As fiscalizações devem continuar e a Polícia Civil se compromete, junto às demais instituições envolvidas, a dar continuidade ao trabalho de combate à exploração econômica das madeiras de lei extraídas da natureza de forma incorreta.

Fonte: Policia Federal SC

O post 2ª FASE DA OPERAÇÃO MADEIRA DE LEI É DEFLAGRADA PARA COMBATER A EXPLORAÇÃO DE MADEIRA EXTRAÍDA DE FORMA INCORRETA apareceu primeiro em Olho Vivo Can – Seu portal de Notícias.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.