Acidente envolvendo prefeito de Pirenópolis mata passageira de moto e deixa piloto ferido


Polícia Civil informou que prefeito estava em caminhonete quando atingiu o casal de namorados. A causa do acidente ainda está sendo apurada. Mulher morreu no local. Casal de namorados é vítima de acidente envolvendo prefeito de Pirenópolis
Reprodução/Facebook
Um acidente em Pirenópolis, a 122 km de Goiânia, envolvendo o prefeito da cidade João Batista Cabral, conhecido como João do Léo (Democratas), matou uma mulher e deixou um homem ferido. De acordo com o delegado Tibério Martins, o prefeito estava em uma caminhonete quando atingiu o casal de namorados que estava em uma motocicleta. A causa do acidente ainda está sendo apurada.
O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Pirenópolis por mensagem para que se posicionem sobre o ocorrido, às 8h01, e aguarda retorno.
O acidente aconteceu na GO-338 na noite de sexta-feira (20). Conforme a polícia, Ivone Francisca da Silva Ferreira, de 41 anos, estava na garupa da moto e morreu no local. O piloto Ademar Campos Amaral, de 27 anos, teve ferimentos e foi levado para o Hospital Estadual de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (Huana).
A reportagem solicitou o estado de saúde da vítima e aguarda retorno do hospital.
Caminhonete do prefeito parou fora da pista na GO-338, em Pirenópolis
Divulgação/Polícia Civil
O delegado informou ainda que o prefeito não aparentava ter consumido bebidas alcoólicas e ficou no local do acidente prestando socorro às vítimas. Após o acidente, o prefeito também foi encaminhado para uma unidade de saúde, pois, segundo a polícia, teria ficado em “estado de choque”.
“Ele prestou socorro e ficou no local. Depois foi levado para um hospital em estado de choque. Ele coletou sangue para fazer exames e constatar se havia ingerido bebida alcoólica e estamos esperando o resultado. Ele não aparentava estar bêbado”, disse o delegado.
O delegado explicou que, na manhã deste sábado (21), está sendo feita uma perícia complementar para auxiliar nas investigações. Segundo ele, na hora do acidente havia pouca luz no local.
“Foi feita uma perícia na hora do acidente, mas a luminosidade era pouca. Está sendo feita uma perícia complementar para ajudar nas investigações”, complementou.
Moto em que casal estada na hora do acidente, em Pirenópolis
Divulgação/Polícia Civil
Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
VÍDEOS: últimas notícias de Goiás
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.