Agenda cultural do DF tem atividades em comemoração ao Dia da Consciência Negra


Show de online com Chico César, entrega de prêmios do Brasília Photo Show e exposição ’17 ODS para um Mundo Melhor’, fazem parte da programação. Confira o que fazer no fim de semana. Chico César
José de Holanda / Divulgação
O fim de semana no Distrito Federal começa com uma programação dedicada ao Dia da Consciência Negra, celebrado nesta sexta-feira (20). A agenda do G1 tem ainda encerramento do Sesc Viva Cultura, com o cantor Chico César, entrega de prêmios do Brasília Photo Show e a exposição “17 ODS para um Mundo Melhor”, montada na parte externa do Museu da República.
Festival Varilux de Cinema Francês começa nesta quinta com exibição nos cinemas do DF
Programação infantil: shopping do DF apresenta teatro de graça durante mês de novembro
A programação tem opções presenciais e pela internet – por conta da pandemia do novo coronavírus. Há eventos gratuitos e outros com preços variados, confira o que fazer em Brasília.
Consciência Negra
Ator e humorista Serjão Loroza será o mestre de cerimônias do Mish Mash em 2019
Divulgação
Em celebração ao Dia da Consciência Negra (20), o Festival Ori – de Cabeça na Consciência, ocupa as redes sociais com uma programação gratuita que reúne artistas e intelectuais, a partr das 15h desta sexta-feira (20). O evento tem a participação do cantor e humorista Serjão Loroza e da filósofa e escritora Sueli Carneiro.
No mesmo ritmo, o Sarau da Consciência Negra junta artistas da periferia do DF para falar sobre questões raciais. O evento é gratuito e começa às 18h, no Churras Darli, na QNO 3 Conjunto A Casa 49, em Ceilândia. O uso de máscara é obrigatório.
Confira aqui a programação do Sarau da Consciência Negra
Fotos históricas
Fotos da exposição ‘Reintegração de Posse’, em Brasília
Arquivo Público do DF/Divulgação
Outra opção para celebrar a data é visitar a exposição fotográfica “Reintegração de Posse: Narrativas da Presença Negra na História do Distrito Federal”. As imagens estão expostas nas paradas de ônibus da Galeria dos Estados, no Setor Comercial Sul. O acesso é gratuito e as obras ficam no local até 16 de fevereiro de 2021.
Os registros fotográficos são dos anos de 1956 a 1998 e chamam atenção para o lugar da população negra durante a construção da capital federal. “É uma exposição que busca refletir sobre as trajetórias negras”, explica Ana Flávia Magalhães Pinto, curadora da iniciativa.
Despedida do Sesc Viva Cultura
Chico César
José de Holanda / Divulgação
Acabam neste fim de semana as atividades do Sesc Viva Cultura. A iniciativa reúne atrações de circo, teatro, dança e música, tudo transmitido gratuitamente pelas redes sociais.
O encerramento desta temporada fica por conta do artista Chico César, no domingo, às 21h.
Chico César dá nomes às vítimas do covid-19 em canção com poema de Bráulio Bessa
Chico César reflete sobre mudanças de valores na inédita canção ‘Sobre-Humano’
Para abrir a programação de despedida, o Sesc traz a cultura afro-brasileira para o palco virtual com a palestra “Afroestética e Educação: Negritudes e Imagens em Invenção” nesta sexta-feira (20), às 15h. Interessados em participar, devem fazer, com antecedência, a inscrição gratuita no link.
Rebeca Realeza em entrevista para o G1
TV Globo/Reprodução
Também na sexta, a música fica por conta da Rebeca Realeza, às 19h. Logo em seguida, Kika Ribeiro faz o show “Cantando a História do Samba”.
G1 Cultural entrevista a rapper do Sol Nascente Rebeca Realleza
No sábado (21), às 15h, tem oficina de “Realidade Virtual e Interatividade” com Ana Arruda. Para participar, faça aqui sua inscrição.
Sexta-feira (20)
15h – Afroestética e Educação: Negritudes e Imagens em Invenção (Victor Hugo)
19h – Afrontosa (Rebeca Realeza)
21h – Cantando a História do Samba (Kika Ribeiro)
Sábado (21)
15h – Oficina de Realidade Virtual e Interatividade (Ana Arruda)
19h – Teatro com “Saiba o seu Lugar” (Chico Santanna)
21h – Dança com “Muxima” (Companhia de Dança Corpus Entre Mundos)
Domingo (22)
15h – Palestra “A Cultura Popular – Histórias de Vida e Oralidade dos Mestres e Mestras como Memória e Patrimônio – Um Olhar Feminino e Feminista” (Martinha do Coco e Cleudes Pessoa)
19h – Sarau-Vá – Sarau, Voz e Alma (Guilherme Soares Azevedo)
21h – Show de Encerramento – Artista convidado: Chico César
Prêmio de fotografia
Brasília Photo Show: Cena Rara
Gustavo Moreno
Após receber mais de 15 mil imagens, o Festival Internacional de Fotografia Brasília Photo Show vai anunciar, no domingo (22), os ganhadores de cada categoria. Neste ano o evento teve uma categoria chamada de “Lockdown” cujo o objetivo era receber retratos da pandemia do novo coronavírus.
Mas, antes de anunciar as fotos que conquistaram os jurados, o evento promove dois dias de atividades gratuitas sobre o universo da fotografia, tudo transmitido pela internet. Veja programação abaixo:
Sábado (21)
Das 10h às 19h – Palestras e rodas de conversas
19:40h – Divulgação dos 132 finalistas
Domingo (22)
Das 14h às 18:30h – Palestras e rodas de conversas
19:40h – Evento de premiação BPS 2020 com divulgação dos vencedores das estatuetas, medalhas e 268 menções honrosas
21h – Show musical de encerramento com as The Voice Kids
’17 ODS para um Mundo Melhor’
Exposição ‘7 ODS para um mundo melhor’, em Brasília
Gilberto Evangelista/Divulgação
Desde terça-feira (17), a exposição “17 ODS para um Mundo Melhor” ocupa a área externa do Complexo Cultural da República, em Brasília. Com acesso gratuito, a iniciativa fica montada até 17 de dezembro.
A exposição conta com 17 globos terrestres, de 1,8 m de altura cada, todos com desenhos sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). As obras já passaram por São Paulo e pelo Rio de Janeiro.
A iniciativa conta com o patrocínio da empresa Novelis e é realização pela empresa Toptrends, com apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal.
Conheça os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU
ODS 1 – Erradicação da Pobreza; artista Coma Cost
ODS 3 – Saúde e Bem-Estar; artista Fabiano Al Makul
ODS 4 – Educação de Qualidade; artista Pomb
ODS 5 – Igualdade de Gênero; artista Priscila Barbosa
ODS 6 – Água Potável e Saneamento; artista Giovanna Nucci
ODS 7 – Energia Limpa e Acessível; artista Cris Campana
ODS 8 – Trabalho Decente e Crescimento Econômico; artista Beatriz de Carvalho
ODS 9 – Indústria, Inovação e Infraestrutura; artista Nando Zenari
ODS 10 – Redução das Desigualdades; artista Gabriele Rosa de Novaes
ODS 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis; artista MARAMGONÍ
ODS 12 – Consumo e Produção Responsáveis; artista Mundano
ODS 13 – Ação Contra a Mudança Global do Clima; artista Fernanda Eva
ODS 14 – Vida na Água; artista Binho Ribeiro
ODS 15 – Vida Terrestre; artista Clara Leff
ODS 16 – Paz, Justiça e Instituições Eficazes; artistas Paola Lopes e Glauco Diogenes (GDS)
ODS 17 – Parcerias e Meios de Implementação; artista SHN
Exposição 17 ODS para um Mundo Melhor, em Brasília
Gilberto Evangelista/Divulgação
Festival Convida
A 20ª edição do Festival Convida ocupa a internet com uma programação que começa neste domingo (22) e vai até 5 de dezembro. O evento é gratuito, mas para participar é preciso pegar antes o ingresso aqui.
Neste ano, a programação reúne shows, oficinas, mesas de debate, expositores e locais, tudo com transmissão gratuita pela internet. Segundo os organizadores, as atividades estarão disponíveis na plataforma online somente a partir do dia 22 de novembro. Confira abaixo a programação:
22 de novembro a 5 de dezembro – Shows Permanentes
Artistas: Moara, Srta V, João Pedreira, Lídia Dallet, Mickael Pederiva, Mar Nóbrega e Tulaci Martins, Beatriz Águida, Ju e os Ipês, Duo Umbê e Chamegadu’o
Horário: 24h por dia
22 de novembro – Shows Poentes
Artistas: Oliver; Haynna e os Verdes; Junin; Kunimí Mc e Luê.
Horário: 16h
27 de novembro – Festa Só Som Salva
Horário: 21h
27 de novembro – Festa Radiola: sonzeras da África mãe e diáspora
Horário: 20h30
28 de novembro – Shows Arena Digital
Artistas: Letícia Fialho; P. Romântica; Rhaissa Bittar; Romero Ferro e Felipe Cordeiro
Horário: a partir das 20h
29 de novembro – Shows Poentes
Artistas: Vcktr; Ellefante; Negra Eve e Bruna Mendez
Horário: 16h
2 de dezembro – Shows Arena Digital
Artistas: Dj Donna; Realeza; Mc Dellacroix e AfrotroniX
Horário: 18h
5 de dezembro – Shows Arena Digital
Artistas: Lulu Paredes; Giovani Cidreira; Amanda Magalhães; Thabata Lorena e Luedji Luna
Horário: a partir das 17h30
G7 de volta aos palcos
Apresentação da companhia de comediantes G7
Edgar Ramos/Divulgação
Após oito meses, o G7 volta aos palcos do teatro neste fim de semana com o espetáculo “Manual de Sobrevivência ao Casamento”. A peça será apresentada no sábado (21) em duas sessões – às 19h e 21h30 – e domingo (22), às 19h, no Teatro La Salle, na 906 Sul.
O ingresso custa a partir de R$ 35 e podem ser comprado pela internet. “A volta aos palcos não poderia vir em melhor hora, para espantar essa onda de brigas e separações da pandemia, que não poupou sequer os famosos!”, brincam os organizadores.
Segundo eles, os espectadores que já haviam comprado os ingressos desde março poderão usar os bilhetes na apresentação. Para isso, é preciso entrar em contato por meio do telefone: (61) 99351-1369.
Teatro infantil de graça
Peça “O Mágico de Oz”, da Cia Neia e Nando
Divulgação
Também na programação de teatro tem “O mágico de OZ” em cartaz, para as crianças, neste fim de semana. As apresentações, são de graça, aos sábados e domingos de novembro, a partir das 16h, no shopping Pátio Brasil, na Asa Sul.
Para assistir, basta retirar o ingresso, com antecedência, pelo aplicativo do Pátio Brasil para iOS ou Android. Segundo os organizadores, o limite de público é de 50 pessoas por apresentação. O uso de máscaras é obrigatório.
Samba e feijoada
Clube do Choro, em Brasília
Secretaria de Turismo do DF/ Divulgação
Neste sábado (21), tem a famosa Feijoada com Samba na área externa do Clube do Choro de Brasília. A música fica por conta da cantora Carol Nogueira a partir das 12h.
No local, o buffet de feijoada custa R$ 39 para adultos e R$ 20 para crianças de até 12 anos (menores de 7 anos não pagam).
Quando: sábado a partir das 12h
Onde: área externa do Clube do Choro de Brasília – entre a Torre de TV, o Centro de Convenções e o Planetário
Couvert: R$ 10
Feijoada: R$39 para adultos e R$ 20 para crianças até 12 anos
Reservas: (61) 99527-4664
Bumba Meu Boi
Bumba Meu Boi de Seu Teodoro
Webert da Cruz/Divulgação
O fim de semana também tem mais atividades em comemoração aos 100 anos de Seu Teodoro. O mestre morreu em 2012 e deixou como legado o Bumba Meu Boi de Seu Teodoro, que é reconhecido como patrimônio imaterial do Distrito Federal.
Em celebração à data, tem apresentação do boi no Deck Sul, neste sábado (21), às 16h. No mesmo horário, só que no domingo (22), a performance acontece na Prainha do Paranoá.
Também estão sendo liberados, nas redes sociais, episódios da série documental “Bumba Maria Meu Boi”. O projeto reúne oito vídeos que mostram Tamá Freire, filha de Seu Teodoro, conversando com personalidades da cultura popular sobre as tradições do boi.
As atividades são organizadas pelo Instituto Rosa dos Ventos, por meio do Circuito Candango de Culturas Populares.
Campeões do ‘Repente em Cantoria’
Casa do Cantador em Ceilândia, no Distrito Federal
Luiza Garonce/G1
Em mais um sábado (21), às 20h, a internet se torna palco dos “Campeões do Repente em Cantoria”. A iniciativa reúne artistas do DF e do Nordeste em apresentações que misturam canto e poesia, com versos criados no improviso.
Quem quiser sugerir temas para as apresentações, pode mandar mensagem nas páginas do projeto e da Casa do Cantador de Ceilândia. Veja programação:
Sábado (21)
Shows com Chico de Assis e João Santana; e Os Irmãos Silva – Jairo e Jeferson Silva
Cinema Francês
Mais que especiais
Divulgação
O Festival Varilux de Cinema Francês começou, na quinta-feira (19), com exibições de filmes em salas de cinema de todo o país, incluindo o Distrito Federal.
A programação conta com 18 longas-metragens que ficam em cartaz até o dia 3 de dezembro. O valor dos ingresso é o mesmo cobrado pelos cinemas.
Clique aqui para ver a programação em todo país
Clique aqui para ver a programação no Distrito Federal
Uma novidade desta edição é a mostra em homenagem aos 60 anos da “Nouvelle Vague” –movimento que reuniu cineastas que se colocavam contra o cinema comercial, na França. Os oito filmes desta programação serão exibidos de graça, depois do festival, em data ainda a ser divulgada pelos organizadores.
Festival Transcendência
Festival Transcendência 2020
Reprodução
Com exibição de 12 longas-metragens pela internet ,de forma gratuita, o 7º Festival Internacional Cinema e Transcendência também é uma opção para este fim de semana. As obras só podem ser assistidas pelo público no horário da sessão
O evento, que começou no último sábado (7) e vai até 27 de novembro, faz parte do projeto #CCBBemCasa do Centro Cultural Banco do Brasil. Para esta versão online, os curadores escolheram obras aclamadas nas edições anteriores.
Veja programação deste fim de semana
Para maiores de 18 anos
Voltada para maiores de 18 anos, a Feira Erótica “Me Provoca” ocupa o espaço da Infinu – comunidade criativa localizada na quadra 506, da W3 Sul – entre sexta-feira (20) e domingo (22), das 14h às 20h. O evento é gratuito e estará aberto ao público.
Para abrir a programação, na sexta-feira (20), tem uma conversa sobre “Shibare”, que é uma técnica de amarração erótica chinesa. Já no dia seguinte tem um bate-papo sobre busca saúde íntima da mulher e ervas em vapor.
VÍDEOS: Pop & Arte
Veja o que fazer em Brasília no G1 DF.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.