Após adiar casamento por conta da pandemia, casal do DF passa lua de mel em meio a furacão no México


Fernanda e Luciano Toledo tiveram que ser levados a abrigo em Playa del Carmen. ‘Estamos juntos porque nada nos abala e o amor é pra vida toda’, diz casal. O casal Fernanda e Luciano Toledo
Arquivo pessoal
A sorte não favoreceu os planos do casal Fernanda Mara Toledo e Luciano Toledo, em 2020. Moradores de Águas Claras, eles tiveram que adiar o casamento por conta da pandemia do novo coronavírus e, no início do mês, passaram por um sufoco na lua de mel, no México: a passagem do furacão Delta, tempestade de categoria quatro, ou seja, perigo extremo.
O casal precisou ser colocado em um abrigo, em Playa del Carmen, a cerca de 30 minutos de Cancún. “A gente conseguia ouvir o barulho do vento. Nós só vimos a destruição, placas no chão”, diz Luciano. Apesar do susto, o casal se mantém firme.
Furacão Delta ganha força após passar pelo México e segue em direção aos EUA
“Teve pandemia e tivemos que mudar o casamento várias vezes, teve furacão. Nós estamos juntos porque nada nos abala e o amor é pra vida toda”, afirma Fernanda.
Namoro e casamento
A advogada Fernanda e o engenheiro Luciano começaram a namorar em maio do ano passado. Três meses depois, decidiram marcar o casamento para 2020. Porém, os planos foram frustrados pela pandemia.
Casamento de Fernanda e Luciano Toledo
Arquivo pessoal
“Seria uma festa muito grande no dia 23 de maio, que foi quando começamos a namorar. Seria uma festa incrível, porém o coronavírus disse que não”, conta a advogada.
O casal teve que fazer um novo plano. Adiaram a cerimônia religiosa e a festa para o ano que vem. No dia 2 de outubro, se casaram no civil, em uma cerimônia pequena. A viagem de lua de mel para o México foi um presente da família. No entanto, também teve quebra de expectativas.
Susto na lua de mel
Fernanda e Luciano Toledo na chegada à lua de mel, no México
Arquivo pessoal
O casal chegou em Playa del Carmen no dia 6 de outubro, mesma data em que também desembarcou no local o furacão Delta. “[Era um] hotel maravilhoso, tudo lindo, até nos falarem que naquele mesmo dia estavam esperando um furacão. Não tinha há 15 anos e o último destruiu Cancún”, diz Fernanda.
“A gente ficou em estado de choque”, completa Luciano.
Furacão Delta chega ao México com ventos de quase 200 km/h
Segundo o casal, os hóspedes do resort tiveram que ser hospedados em um prédio com portas e janelas reforçadas. Eles contam que, ao saírem do local, puderam perceber a destruição causada pelo furacão.
Nos últimos dias da viagem, a tempestade perdeu força e o casal pôde aproveitar as férias. “A gente fez tudo em dois dias e meio. Queremos voltar, o México é lindo, paradisíaco, mas não em época de furacões”, brinca Fernanda.
VÍDEOS: veja os destaques do G1 em 1 Minuto DF
Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”