Após sete meses fechado, Museu Oscar Niemeyer reabre ao público na sexta-feira (16)


Mesmo com a reabertura, as atividades virtuais criadas durante a pandemia serão mantidas. Confira as orientações de segurança, determinadas pela Secretaria de Estado da Saúde. Após sete meses fechado, Museu Oscar Niemeyer reabre ao público
Natalia Filippin/G1
Após sete meses fechado por causa da pandemia provocada pelo novo coronavírus, o Museu Oscar Niemeyer (MON) vai reabrir ao público na sexta-feira (16).
Entre as orientações de segurança, determinadas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), estão: limite de pessoas para visitação nas salas expositivas e em todo o museu, além do uso de máscaras em todos ambientes.
Veja, mais abaixo, algumas orientações do protocolo de segurança.
CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias
Durante o período em que o MON ficou fechado, a instituição ofereceu virtualmente aos visitantes todas as atividades, como exposições, oficinas artísticas, programas específicos e mediações.
Mesmo com a reabertura, as atividades virtuais criadas durante a pandemia serão mantidas.
Segundo a administração, o objetivo é continuar levando as atividades até as pessoas que, neste primeiro momento, não consigam retornar presencialmente, como as que fazem parte de grupos de risco da Covid-19.
Veja algumas orientações para entrada no museu:
Será permitida a entrada de até 200 pessoas por hora;
Prefira horários com menor fluxo de público: pela manhã ou após as 16h;
Prefira a compra do ingresso pelo site. Caso compre o ingresso na bilheteria, respeite a sinalização especial para evitar aglomerações;
Use máscaras de proteção. Se achar necessário, traga mais de uma para que possa substituí-la ao longo da visita;
Em caso de filas, respeite as marcações de solo que indicam a distância segura de dois metros;
Na entrada do museu será feita a aferição de temperatura corporal e a higienização individual de bandejas porta-objetos e outros itens. Tapetes desinfetantes também foram instalados para garantir a higienização dos calçados.
Em diversos locais do museu terão dispensadores com álcool gel 70%;
O guarda-volumes estará aberto e higienizado. Embalagens plásticas individuais serão disponibilizadas para colocar os pertences antes de guardá-los nos armários;
Os empréstimos de cadeiras de rodas e de carrinhos de bebê estão temporariamente suspensos para que não sejam compartilhados;
Pessoas com mobilidade reduzida terão prioridade no uso dos elevadores e eles estarão liberados para uso individual ou por pessoas de um mesmo grupo de convivência;
A visitação das salas expositivas, bem como de todo o museu, terá um limite de pessoas;
O material informativo, como guia da programação e folders das exposições, foi substituído do papel para versões digitais, disponíveis por QR codes;
As oficinas artísticas e as visitas mediadas ocorrem de forma virtual;
Pessoas cegas ou com baixa-visão que desejem visitar o espaço tátil do programa “MON Para Todos” deverão agendar a visita pelo e-mail agendamento@mon.org.br.
MON fica na Rua Marechal Hermes, 999, no Centro Cívico
Natalia Filippin/G1
VÍDEOS: Pandemia do novo coronavírus no Paraná:
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.