Arte salva!

Eduardo Srur, A Arte Salva, 2011

Terminou o período de festividades de verão, a cidade começa a desacelerar, Garopaba é uma cidade que deixou de certa forma de ser puramente de veraneio para ter vida social durante a dita baixa temporada. Certo que ainda falta muito para que a vida fora do verão venha a ter opções para lazer e diversão, mas aos poucos, eventos culturais e atrativos como o encontro de pintura começam a acontecer. Em 2020, chegamos na terceira edição, deste que é hoje um dos eventos com maior projeção de Garopaba para fora do estado. Receberemos a partir do dia 25 de março, artistas oriundos de diversos estados, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul além de Santa Catarina. Mas a pluralidade dos visitantes não para por ai. Estaremos recebendo pessoas vindas do Chile, Peru, Espanha, Portugal e Argentina. A cada dia que passa, recebo mais e mais ligações perguntando sobre o evento e a cada ligação me surpreendo que o mesmo está cruzando fronteiras.

Hoje Garopaba é uma referencia nacional na modalidade de pintura “Plein Air”a qual conduz o olhar dos artistas para nossas belas paisagens, ressignificando essas paisagens e nos trazendo uma nova possibilidade de dialogo com nosso entorno. Garopaba precisa de mais eventos como esse, precisamos entender que a arte e a cultura são setores geradores de economia criativa o que potencializa uma cidade turística como a nossa.

O 3° Encontro de Pintura ao Ar Livre de Garopaba abre as portas para a baixa temporada” apresentando uma cidade bucólica, pitoresca e encantadora, transformando nosso olhar e buscando apresentar, para aqueles que ainda não conseguem enxergar, o quanto a arte e a cultura deve ter seu valor reconhecido e consequentemente valorizado por todos.

Em tempos onde a cultura e a arte são execradas em todo pais, fazer acontecer algo desta magnitude em uma cidade pouco populosa como Garopaba é acreditar que somente o trabalho em conjunto pode

realmente fazer sair do papel nossos sonhos, e isso me faz acreditar ainda mais na arte.

Neste momento só consigo ter uma imagem em mente, a obra de Eduardo Srur, A ARTE SALVA!

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”