Artesanato ou arte?

Marcel Duchamp – A Fonte (1917). Ready-made. Altura 60cm

Marcel Duchamp (1887-1968) foi um artista francês que veio revolucionar a arte em seu tempo, com grande repercussão até os dias atuais. Em sua obra mais conhecida, a “Fonte”, um mictório industrial do qual o artista se apropriou, ele colocou em xeque o que seria ou não uma obra de arte. Para muitos, sua proposição era uma afronta; para outros um gesto libertador de sistemas acadêmicos.

O chamado “ready-made” foi mais que uma quebra, foi uma possibilidade de entender que a obra vai muito além do objeto artístico. O uso da palavra para dar maior embasamento teórico a imagem sempre foi algo comum, principalmente em uma sociedade midiática e que sempre nos cobra o óbvio. Quando Duchamp coloca a “Fonte” em um pedestal ele nos faz a seguinte pergunta; O que é a arte?

A pluralidade cultural, as diversas formas de olhar e pensar, faz com que essa pergunta se torne algo complexo de responder. Mas podemos refazer a pergunta buscando um novo ponto de vista: “Quando é arte?” Essa nova forma de questionar a si próprio abre a possibilidade para diálogos menos travados. Atreva-se a chamar a obra de alguém de artesanato e você estará ofendendo sem entender.

O conceito de artesanato, basicamente vem das manufaturas feitas com a proposição de utilitários, ou seja, tem sua real importância histórica e social em nosso dia a dia. Já a arte é uma linguagem para de explanar uma ideia, elaborar um conceito e/ou uma história a ser narrada visualmente onde essa pode ser lida e interpretado de muitas maneiras.

Não devemos chegar montados em nossos preconceitos alegando sermos os donos da verdade. Buscar informar é preciso para melhor elucidar nossos fazeres.

Antes de mais nada, devemos valorizar nosso ofício e, para isso, aprender e conhecer sua importância. Artesanato não é menor nem maior que a arte, ambos tem seu espaço e valores distintos, que muitas vezes dialogam.

A proposta de Duchamp nos mostra que a arte vai muito além do objeto, do conceito ou da ideia. A arte é uma forma de dialogar com o seu tempo assim como o artesanato é parte do nosso cotidiano.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”