Biden divulga imposto de renda em dia de debate com Trump

Série de reportagens do jornal ‘The New York Times’ afirma que Trump pagou US$ 750 em impostos federais em 2016 e 2017 e que o presidente tem uma dívida superior a US$ 420 milhões. Joe Biden divulga imposto de renda em dia de debate com Donald Trump
Nos Estados Unidos, acontece nesta terça-feira (29) o primeiro debate entre os candidatos que vão disputar a presidência em novembro. O presidente Donald Trump enfrenta pressão por causa de uma reportagem que o acusou de não ter pagado imposto de renda, e o adversário dele, Joe Biden, aproveitou o momento para divulgar a própria declaração.

Joe Biden disse que os americanos merecem a transparência de seus governantes. Em 2019, ele e a esposa tiveram uma renda de quase US$ 945 mil e pagaram quase US$ 300 mil em imposto de renda federal.

A candidata a vice na chapa, Kamala Harris, e o marido receberam mais de US$ 3 milhões e pagaram quase US$ 1,2 milhão de imposto.

Em 2016, Biden pagou US$ 87 mil e, em 2017, US$ 3,7 milhões. Nesses mesmos anos, segundo o jornal “The New York Times”, Trump pagou apenas US$ 750 em imposto de renda, e não pagou nada em dez dos 15 anos anteriores, declarando que perdeu mais dinheiro do que ganhou.

O jornal mostrou ainda que Trump tem uma dívida de mais de US$ 420 milhões.

O presidente briga na Justiça para não revelar ao público suas declarações à Receita. No primeiro debate presidencial na noite desta terça, Joe Biden deve tentar derrubar a imagem de empresário de sucesso que Trump usa e que atrai seus eleitores.

Donald Trump deixou a Casa Branca a caminho de Ohio sem responder aos jornalistas para quem ele deve dinheiro. No debate, Trump provavelmente vai tentar mudar o foco de seus registros financeiros perguntando sobre os negócios do filho de Biden, Hunter, com a Ucrânia, Rússia e China.

Além da questão fiscal, os candidatos devem debater sobre a pandemia, a crise econômica, os protestos contra o racismo e a violência policial, a vaga na Suprema Corte e sobre o risco de fraude no voto pelos correios, que o presidente vem questionando há meses, sem apresentar provas.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.