Biden diz não planejar lockdown nos EUA, mas defende uso de máscara em todo o país


Estados Unidos vivem novo pico da pandemia, com mortes por coronavírus passando de 250 mil ao todo. Presidente eleito diz que postura de Trump em barrar transição é ‘irresponsável’. Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, tira a máscara para falar a jornalistas durante entrevista coletiva em Wilmington nesta quinta-feira (19)
Tom Brenner/Reuters
O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (19) que não planeja impor um lockdown para todo o país. Entretanto, o democrata defendeu o uso de máscaras em público enquanto durar a pandemia do novo coronavírus.
“Usar máscara não é um ato político, e sim um dever patriótico”, disse Biden, após reunião com governadores.
Para o presidente eleito, um confinamento total nos Estados Unidos seria “contraproducente”. “Cada região, cada área, cada comunidade, tem diferenças”, justificou Biden.
Na semana passada, o presidente Donald Trump — que tem se recusado a admitir a derrota nas eleições presidenciais — disse esperar que o “próximo governo” não imponha um lockdown. O republicano não citou Biden nominalmente na declaração, mas admitiu, como raramente tem acontecido, que pode não estar na Casa Branca a partir de janeiro de 2021.
Biden chama conduta de Trump de ‘irresponsável’
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.