Brasil ultrapassa o número de 151 mil mortes por Covid-19

O Ministério da Saúde atualizou os números da Covid-19 nesta quarta-feira, 14. De acordo com a pasta, nas últimas 24 horas foram registradas 749 mortes e 27.235 novos casos, totalizando assim 151.747 óbitos e 5.140.863 casos confirmados da doença desde o início da pandemia. Desse número, 4.568.813 pessoas já se recuperaram e outras 420.303 seguem em acompanhamento médico. 2.388 mortes estão sendo investigadas pelo governo para saber se foram ou não causadas pelo vírus Sars-CoV-2. O Estado de São Paulo segue como o primeiro na lista dos mais infectados com 1.045.060 casos registrados, além de ter a maior mortalidade com 37.541 mortes. O estado da Bahia aparece em segundo com 329.787 casos e 7.214 óbitos. Minas Gerais vem logo depois com 325.972 casos e 8.171 mortes. O estado do Rio de Janeiro é o segundo em número de vidas perdidas no país (19.440), mas é o quatro em número casos (285.205).

Nesta quarta a cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, afirmou em entrevista que o público jovem deverá esperar até o ano de 2022 para se imunizar contra a doença. Swaminathan lembrou que apesar do desenvolvimento avançado das pesquisas, é pouco provável que ela consiga ser desenvolvida em quantidade suficiente para imunizar toda a população mundial. Os jovens, que apresentam menor taxa de mortalidade à doença, devem ficar no fim da fila. “As pessoas tendem a pensar que ‘ah, no dia primeiro de janeiro haverá vacina e as coisas vão voltar ao normal’. Não vai funcionar dessa forma. Ninguém nunca produziu vacinas com o volume que vamos precisar produzir. Então, em 2021, esperançosamente nós teremos vacinas, mas em quantidades limitadas”, afirmou.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”