Campinas libera para tráfego trecho do BRT Ouro Verde nas avenidas João Jorge e Amoreiras; veja 18 linhas que mudam


Liberação começou a ocorrer nesta quinta-feira (15) e foi divulgada nesta sexta (16) durante transmissão ao vivo da prefeitura. Cerca de 62 mil pessoas serão beneficiadas, segundo Secretaria de Transportes. Avenida João Jorge, em Campinas, após a obra do BRT
Reprodução/Prefeitura de Campinas
A Secretaria de Transportes de Campinas (SP) anunciou, nesta sexta-feira (16) a conclusão das obras e liberação do trecho do BRT (Ônibus de Trânsito Rápido) Ouro Verde nas avenidas João Jorge e Amoreiras. Motoristas, motociclistas e ônibus do transporte público já podem trafegar pelo local.
De acordo com a prefeitura, esse é o trecho inicial deste corredor, que faz a conexão entre o Terminal Central e o futuro Terminal do BRT Campos Elíseos, e tem cinco quilômetros de extensão.
As vias passam pela região onde está localizada parte da rede hospitalar e de unidades de saúde da cidade: Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, Hospital de Amor, Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (Caps-AD) do Parque Itália e Ambulatório Médico de Especialidades (AME).
Ao todo, cerca de 62 mil pessoas serão beneficiadas nas 18 linhas de ônibus que passam a usar o BRT nesse ponto [veja quais são abaixo]. Secretário da pasta, Carlos José Barreiro afirma que a economia de tempo varia entre 20 a 25 minutos, do Terminal Central ao Campos Elíseos.
Mais faixas
Na Avenida João Jorge, o trecho possui dez faixas de rolamento no total, sendo seis destinadas ao tráfego em geral (três por sentido) e as demais quatro são exclusivas para o transporte coletivo (duas por sentido, junto ao canteiro central).
Na Avenida das Amoreiras, as faixas exclusivas receberam novo pavimento de concreto entre as avenidas João Jorge e Prefeito Faria Lima. Segundo Barreiro, a durabilidade do concreto usado na construção das vias é de 25 anos.
O que muda no transporte público
Veja as 18 linhas que passam a circular no BRT: 121, 131, 133, 140, 141, 142, 153, 154, 161, 162, 163, 164, 199, 213, 228, 317, 382 e 404.
Com a mudança, a conexão para passageiros de ônibus entre a região do Ouro Verde e o Centro volta a ser realizada no corredor exclusivo da Amoreiras.
Quatro pontos de ônibus, sendo dois em cada sentido, foram ativados no corredor da Amoreiras. Mais para frente, a previsão é que a operação do sistema BRT ocorra na Estação Mário Gatti, que ainda está sendo finalizada.
Pontos de ônibus localizados nas avenidas Prestes Maia e Faria Lima deixam de atender as linhas impactadas. As linhas 118, 125 e 502 mantêm o atendimento na Faria Lima.
João Jorge: linhas seguem com embarque e desembarque pela faixa da direita. O ponto de ônibus será remanejado para a altura do cruzamento com a Rua Dr. Salles Oliveira. Demais pontos de parada não sofrem alterações por enquanto. As estações de piso elevado e de piso baixo serão ativadas futuramente.
O que muda no trânsito
Transposição da Amoreiras pela Prefeito Faria Lima deixa de ser permitida definitivamente.
Motoristas que trafegarem pela Prefeito Faria Lima com destino à região do Ouro Verde deverão acessar o retorno, na altura ao Departamento de Parques e Jardins (DPJ), para chegar à Amoreiras.
Cruzamento de veículos vai ocorrer em dois tempos semafóricos.
Trecho recebeu nova sinalização vertical e horizontal, além de iluminação em led para dar mais segurança à noite.
A velocidade máxima permitida é de 50 km/h, ao longo do trecho liberado. Nos pontos que permanecem em obras, é reduzida para 40 km/h.
Status das obras do BRT em 16 de outubro
Este é o décimo trecho dos Corredores BRT liberado para circulação de veículos na cidade, totalizando cerca de 17 km. No entanto, há ainda obras em fase de conclusão.
95% dos corredores estão pavimentados
85% das obras em desenvolvimento
16 pontes e viadutos em execução
19 estações e 1 terminal concluídos
Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”