Candidata a vereadora é assassinada com vários tiros no Norte de Minas

Leide Rodrigues Silva tinha 36 anos e era candidata pelo PSL. A Polícia Civil trabalha com a hipótese de crime passional e não há indícios de que a motivação tenha sido por questões políticas. Uma candidata a vereadora foi assassinada com vários tiros em Ninheira, no Norte de Minas, na noite dessa quinta-feira (29). Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, Leide Rodrigues Silva, de 36 anos, foi encontrada morta em frente à casa onde morava.
A ocorrência está em andamento e até o momento ninguém foi preso. A perícia da Polícia Civil esteve no local e constatou que a mulher foi atingida com sete tiros nos braços, peito e costas. O corpo foi levado para o IML de Montes Claros.
Não há relatos de testemunhas e familiares disseram à polícia que a vítima estava sendo ameaçada constantemente por uma mulher. Leide Rodrigues da Silva era candidata a vereadora pelo Partido Social Liberal (PSL).
Por telefone, o delegado Alessandro Da Silva Lopes informou ao G1 que a princípio não há indícios de que o homicídio tenha sido motivado por questões políticas e polícia trabalha com a hipótese de crime passional. O caso ainda está sendo investigado pela Polícia Civil de São João do Paraíso.
Violência contra políticos
Uma pesquisa das organizações não-governamentais Terra de Direitos e Justiça Global mostra que de janeiro de 2016 a 1º de setembro de 2020 foram mapeados 327 casos de violência contra políticos eleitos, candidatos e pré-candidatos, que incluem ameaças, agressões e ofensas.
De acordo com a pesquisa, o número de assassinatos e atentados subiu de 46 em 2016 para 136 em 2019. Com o início da campanha eleitoral, pelo menos, outros 7 casos de mortes e atentados foram registrados, depois que a pesquisa foi concluída.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.